.
 

Tratando o transtorno bipolar Arapiraca, Alagoas

Conheça o tratamento para o transtorno bipolar. O autor explica como funciona a terapia cognitivo-comportamental-TCC. "O objetivo da TCC é reduzir os estigmas associados à doença, por meio de um tratamento cooperativo entre terapeuta e paciente", destaca o autor.

Insight Espaço Terapêutico
(82) 3358-4001
r Clementino Monte, 92, Farol
Maceió, Alagoas

Dados Divulgados por
Consultório de Psicologia Metamorfose
(82) 3241-2730
r Guido Duarte, 46 Sala 10
Maceió, Alagoas

Dados Divulgados por
Cleide de Sousa Barros Graça Costa Melo
(82) 9969-5494
r Dr José Afonso Melo, 68 Sl. 605, Jatiúca
Maceió, Alagoas

Dados Divulgados por
Centro de Crescimento Humano
(82) 3241-2541
r Antônio Procópio, 625, Pinheiro
Maceió, Alagoas

Dados Divulgados por
PSICOLOGIA - Infantil, Adolescente e Adulto / PSICOPEDAGOGA
(82) 3241-3920
Harmony - Centro de Relações Médicas, Jatiúca, sala 605.
Maceió, Alagoas
 
Gabinete de Psicologia Aplicada
(82) 3337-5003
av Dr Antônio Gouveia, 61 sl 4
Maceió, Alagoas

Dados Divulgados por
Consultório de Psicologia Dra Liedja Santos Rocha
82 3529 9600 8827 7420
Rua Nossa Senhora de Fátima, 218. Centro
Arapiraca, Alagoas
 
Clínica Interdisciplinar Eunice Toledo
(82) 3325-9698
av Pretestato Ferreira Machado, 1490, Jatiúca
Maceió, Alagoas

Dados Divulgados por
Centro de Treinamento e Atendimento Psicológico Ltda
(82) 3376-9119
r Manaus, 335, Prado
Maceió, Alagoas

Dados Divulgados por
Carlos Alberto Vieira Fonseca
(82) 3337-2900
r Eng Mário Gusmão, 18 sl 5, Ponta Verde
Maceió, Alagoas

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Tratando o transtorno bipolar

Fornecido por: 



18/06/2009

Transtorno do Humor Bipolar

Terapia cognitivo-comportamental mostra-se mais eficiente

Nos últimos tempos, é notável o o espaço público que o transtorno do humor bipolar tem ocupado nas discussões sociais, na mídia e inclusive no meio científico. De um lado, passoas portadoras desse transtorno, na busca de uma melhor forma para conviver com a doença. De outro, médicos e demais profissionais da saúde engajados em fornecer tal possibilidade.   Dessa maneira, o SIS.Saúde realizou um levantamento sobre o tema. Considerando que pacientes bipolares apresentam riscos superiores de mortes por causas súbitas, suicídio, derrame cerebral, transtornos ansiosos, de personalidade, dependência química, diabetes, entre outros (VIETA et al., 2001; KESSLER et al., 1997), a discussão desse tema é pertinente. O vídeo abaixo, exibido em documentário especial pelo Sistema Brasileiro de Televisão, traz uma breve revisão sobre a doença, com ilustrações de pacientes em processo terapêutico e profissionais, que pontuam os cuidados e riscos envolvidos.
 

  Além disso, em um estudo brasileiro (KNAPP e ISOLAN, 2005), que realizou uma revisão sistemática dos dados publicados nos meios científicos para verificar a eficácia de métodos terapêuticos nessa patologia de alta prevalência, encontramos outros subsídios que merecem discussão. Segundo a literatura especializada, o tratamento psicoterápico é fundamental para essa patologia, uma vez que menos da metade dos pacientes que utilizam algum medicamento para o quadro permanecem sem recaídas. Dentre as diversas intervenções psicoterápicas desenvolvidas, os autores identificaram estudos mais consistentes e animadores na abordagem cognitivo-comportamental (TCC’s). Além dessa, outras quatro abordagens foram identificadas nesse estudo, a saber: terapia interpessoal de ritmo social, psicoeducação, terapia familiar e conjugal, e terapia psicodinâmica (KNAPP e ISOLAN, 2005).
  A terapia cognitivo-comportamental parte do pressuposto que os seres humanos têm seu processamento de informação (maneira na qual eu percebo, sinto e reajo diante dos eventos) influenciado por uma série de variávies. Entre essas, destaca-se o papel do meio circundante, as relações sociais, a genética, entre outros, no desenvolvimento de determinadas visões de mundo (crenças, na linguagem das TCC’s), que organizam a forma que a pessoa se comporta diante de determinados eventos (também chamado de “esquemas mentais”).
  Os objetivos da TCC nessa doença visam à ades&a...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535