.
 

Tratamento para parar de fumar Boa Vista, Roraima

Encontre tratamento para parar de fumar em Boa Vista. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Dra Ana Lilia GB Souza e Dra Jucineide Vieira Araújo
(95) 224-1460
r Melvim Jones, São Pedro
Boa Vista, Roraima
 
Alacia Beschorner
(95) 625-1375
r Mario Homem de Melo, 4783, qd 50, Nova Canaã
Boa Vista, Roraima
 
Leopoldo Augusto Araújo Ponchet Fl
(95) 224-0186
r Presidente Costa e Silva, 1249, São Pedro
Boa Vista, Roraima
 
DR Francisco Ferreira de Freitas Jr
(95) 224-1433
r Barreto Leite, Centro
Boa Vista, Roraima
 
Estádio 13 Setembro
(95) 623-2012
pc Centro Civico, Centro
Boa Vista, Roraima
 
CTG Querência
(95) 224-1381
av Brigadeiro Eduardo Gomes, 1000, São Francisco
Boa Vista, Roraima
 
DR Henrique José Schiaveto
(95) 224-1460
r Melvim Jones, São Pedro
Boa Vista, Roraima
 
Coml Maruai
(95) 224-2006
av Getulio Vargas, 923, Centro
Boa Vista, Roraima
 
Iate Clube Boa Vista
(95) 623-4100
r D M Paracar SN
Boa Vista, Roraima
 
Aderbal Alves de Figueiredo
(95) 224-6101
r Pavão, 10, qd 2 c, Mecejana
Boa Vista, Roraima
 

Tratamento para parar de fumar

Fornecido por: 

Na tentativa de parar de fumar, diversas pessoas optam por lutar contra o vício sem ajuda especializada. Adesivos, pastilhas e gomas de mascar de nicotina são as primeiras opções procuradas por candidatos a não-fumante. Mas esses recursos funcionam de fato? Quais são as restrições?

Entre os profissionais da área, há um consenso: depois de tomada a decisão de parar, procure um médico. A automedicação não é recomendada, uma vez que a quantidade de nicotina liberadas podem ser insuficientes ou exceder as necessidades fisiológicas dos dependentes. Gestantes e mulheres que estão amamentando estão entre os casos contraindicados.

"Parar de fumar é muito difícil, e o processo varia de pessoa para pessoa", revela Marina Kassab, psicóloga e consultora de projetos da Aliança de Controle do Tabagismo (ACT). Segundo ela, é necessário que o especialista identifique o grau de dependência de cada paciente, considerando fatores como frequência, quantidade diária e tempo de exposição ao cigarro para indicar os chamados repositores de nicotina. O tratamento pode incluir até a prescrição de antidepressivos. Cerca de 40% dos pacientes precisam tomar esse tipo de medicamento.

Efetivos no combate

Nessa batalha, a abstinência é o inimigo a ser batido. "Os chicletes, pastilhas e os adesivos devem ser utilizados sem temor, mas sempre sob supervisão médica", indica Jaqueline Scholz Issa, cardiologista e responsável pelo Ambulatório Antitabagismo do Instituto do Coração (Incor), em São Paulo. Eles são aplicados para minimizar a ausência da nicotina no corpo, liberando a substância na corrente sanguínea. "Esse recurso foi criado para aliviar o desconforto caudado pela ausência da substância. Mas é preciso aconselhamento profissional para obter resultado".

Parar de fumar requer tratamento, com começo, meio e fim. Sem orientação, os usuários usam doses insuficientes ou em abuso, este segundo caso pode levar ao uso indiscriminado. Há casos em que o fumante abandona o cigarro e torna-se dependente do recurso que deveria ajudá-lo. Segundo a especialista, o tempo de uso de adesivos, pastilhas e chicletes leva de 12 a 16 semanas (sob supervisão médica, esse período pode ser estendido).

Adesivo

Há duas categorias de adesivos, uma para uso contínuo e sem aplicação durante o sono. O primeiro grupo é comercializado em unidades que liberam 21 mg,...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535