.
 

Tratamento de discalculia Luís Correia PI

Encontre tratamento de discalculia em Luís Correia. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Carla Soares Fortes
(86) 3221-6050
R Olavo Bilac 2300 - Ambulatorio H Sao Marcos
Teresina, Piauí
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Benedita Andrade Leal de Abreu
R Desembargador Pires de Castro 489 - S
Teresina, Piauí
Especialidade
Medicina Nuclear

Dados Divulgados por
Lucia Maria Machado Rego
863-2225
R Primeiro de Maio 1066
Teresina, Piauí
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Implantes Dentais / Odontologia / Teresina
(86) 3217-3215
Rua Pires de Castro 260 - Sala 203 - Ed. Dergin
Teresina, Piauí
Especialidade
Implantes Dentarios

Ana Paula de Sousa Pereira
086 9947-8208
Rua Prof. alda Neiva 4781 Dirceu II
Teresina, Piauí
Especialidade
Fisioterapia

Lucia Maria de Miranda Adad
(86) 221-8240
R Governador Raimundo Artur de Vasconcelos 616 - S
Teresina, Piauí
Especialidade
Genética Médica

Dados Divulgados por
Joaquim Vaz Parente - Clam
233-2721
Av Dom Severino 1410
Teresina, Piauí
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Dr. Anatole Santos de Almeida Borges
(86) 8845-0070
Rua Magalhães Filho, 768. Centro/Sul. Teresina-PI
Teresina, Piauí
Especialidade
Reprodução Humana/ Ginecologia

Multclinn Fonoaudiologia Psicologia
0(86) 3081 0567
rua bejamin constant 1367 centro
teresina, Piauí
Especialidade
fonoaudiologia e psicologia

Assoc Recreativa Cepisa Cofearc
(86) 367-1426
av Tancredo Neves, 2625, Luís Correia
Luis Correia, Piauí
 
Dados Divulgados por

Tratamento de discalculia

Fornecido por: 

A discalculia é um distúrbio neurológico que afeta a habilidade com números e faz com que a pessoa se confunda em operações matemáticas, conceitos matemáticos, fórmulas, seqüência numéricas, contagens, sinais numéricos e até na utilização da Matemática no dia-a-dia.
 
Mesmo associado à dislexia, o distúrbio deve ser considerado um problema de aprendizado independente, já que é muito mais comum entre as crianças. O transtorno é hereditário e pode ser identificado a partir dos sete anos de idade.
 
Quanto mais cedo iniciar o tratamento melhor, e o período escolar é o momento em que os sinais são apresentados. Caso a Discalculia não seja tratada precocemente, haverá comprometimento no desenvolvimento escolar de forma global e baixa auto-estima, devido às críticas e dificuldades no cotidiano.
 
A responsável pelo Departamento de Orientação da Rede de Ensino Kumon, Adriana Pinheiro Tomaz, cita os principais sintomas e soluções para ajudar:
 
· Lentidão extrema da velocidade de trabalho;
· Problema com orientação espacial;
· Dificuldades com operações de soma, subtração, multiplicação e divisão;
· Dificuldade com grande quantidade de informação de uma vez só;
· Tendência a transcrever números e sinais erradamente.
 
A pessoa é capaz de compreender a matemática representada simbolicamente (3+2=5), mas é incapaz de resolver na forma de problema:

“Maria tem três balas e João tem duas. Quantas balas eles tem no total?”.
 
Algumas dicas:
 
· Permitir o uso de calculadora;
· Usar caderno quadriculado;
· Fazer provas oralmente, desenvolvendo as expressões mentalmente e ditando para que alguém as transcreva;
· Prestar atenção no processo utilizado pela criança, o tipo de pensamento que ela usa para resolver um problema;
· Incentivar a visualização do problema, com desenhos e depois internamente.
 
O discalcúlico precisa da compreensão de todos em sua volta, pois encontra grandes dificuldades em coisas que para nós parecem óbvias.
 
Assim que os pais notarem essa dificuldade nos filhos, devem procurar ajuda de um Psicopedagogo que vai solicitar exames e uma avaliação neurológica ou neuropsicológica. Deve-se elevar a auto-estima do discalc&uacu...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535