.
 

Tratamento de diabetes Rio Branco, Acre

Encontre tratamento de diabetes em Rio Branco. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Antonio Lisboa Carneiro Braga
(68) 3223-9023
Rua Alvorada 178 - Centro Médico/Sala 08
Rio Branco, Acre
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Clinisaúde
(68) 3223-4054
r Mal Deodoro,690 Capoeira
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Clínica Centrocor
(68) 3223-5193
r Alvorada, 54 Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Clinicas Reuniodas
(68) 3223-6008
r José Melo, 107 Q.107 sL.80 Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Clínica Santa Lúcia
(68) 3224-8057
av Getúlio Vargas, 1919 s 2 Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Gilcilene de Souza Almada Pereira de Araujo
R Rua Dom Bosco 573
Rio Branco, Acre
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Med Medicina Diagnóstico
(68) 3223-3705
av Getúlio Vargas, 1940 Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Centro Acreano de Pesquisa e Assistência Integrada
(68) 3223-5588
r Goldwasser Santos, 31 Bosque
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Consultório Médico
(68) 3222-7170
r Epaminondas Jacome, 178 Cadeia Velha
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Clini Parque
(68) 3224-1077
Tv Campo do Rio Branco, 313 Capoeira
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Tratamento de diabetes

Fornecido por: 

Poderia ser uma xícara sem fundo. Bebedores de café e chá têm menos chances de desenvolver diabetes tipo 2 do que os não bebedores.

Os que bebem de três a quatro xícaras por dia apresentam riscos 25% menores do que os que bebem menos de duas xícaras, descobriu uma grande análise. Não importa se as bebidas possuem cafeína ou não, diz o estudo, publicado no "The Archives of Internal Medicine".

A análise não prova que beber café ou chá reduz o risco da chamada diabetes mellitus tipo 2, mas não é o primeiro estudo a relatar tal ligação. Ele vai mais fundo que outros estudos, descobrindo que, para o café com cafeína, o risco caía de 5 a 10% a cada xícara adicional consumida --o que, segundo os pesquisadores, sugere uma relação causal.

Aqueles que bebem mais de seis xícaras de café por dia tinham riscos 40% menores de diabetes do que os não bebedores; o número para os que bebiam menos de uma xícara por dia era apenas 4%.

Alguns estudos indicaram que componentes químicos do chá e do café podem ter efeitos benéficos no metabolismo da glicose e na sensibilidade de insulina, mas as evidências são misturadas.

"A cafeína não pode ser a resposta, pois você vê o mesmo tipo de reação geral para diabetes com café comum e descafeinado", afirmou o principal autor do estudo, Mark Woodward, professor do Centro de Medicina de Mount Sinai, em Nova York.


Autor: Roni Caryn Rabin
Fonte: Folha Online


Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535