.
 

Tratamento de alergias oculares Mossoró, Rio Grande do Norte

Encontre tratamento de alergias oculares em Mossoró. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Leonardo Davinci Lima Nogueira
(84) 3317-6212
R. Dionisio Filgueira 117 - (Cl Ginecologi
Mossoró, Rio Grande do Norte
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Nubia Eleonora D de Medeiros
(84) 3212-1222
Av. Campos Sales 847
Natal, Rio Grande do Norte
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Wilna Krepke Leiros Dias
(84) 3211-4393
Rua Mipibu 657
Natal, Rio Grande do Norte
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Amos Oliveira de Assis
(84) 3220-6317
Rua Mipibu 511
Natal, Rio Grande do Norte
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Maria de Fatima Cesar Xavier
(84) 3614-3656
Rua Moita Bonita 2024
Natal, Rio Grande do Norte
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Katia Maria da Silva Mulatinho
(84) 3222-0187
Rua Mossoró 613
Natal, Rio Grande do Norte
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Etiene Ramalho Dias da Cunha
(84) 3213-6992
Av. Nascimento de Castro 1691
Natal, Rio Grande do Norte
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Ana Celsa Arboes Petronilo
(84) 3202-3355
Rua Joaquim Manoel 717 - S-215
Natal, Rio Grande do Norte
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Marlize de a Romano
(84) 3133-3400
Natal, Rio Grande do Norte
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Leonardo Davinci Lima Nogueira
(84) 3317-6212
R. Dionisio Filgueira 117 - (Cl Ginecologi
Mossoró, Rio Grande do Norte
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Tratamento de alergias oculares

Fornecido por: 

Nessa época do ano é muito comum o surgimento de diversas alergias e problemas de saúde, e a conjuntivite é uma das doenças que costumam ocorrer com mais facilidade nesse período. “No verão o maior contato com outras pessoas e a maior quantidade de componentes no ar causam mais sensibilidade nos olhos, o que facilita a transmissão da conjuntivite”, explica Marco Canto, oftalmologista e diretor da Clínica Canto.

A conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva, uma membrana que reveste a parte branca do olho e a superfície interna das pálpebras. A doença pode ser causada por vírus ou bactérias. “Na conjuntivite bacteriana, o comprometimento é mais externo e os olhos ficam vermelhos congestionados, com secreção purulenta (aspecto amarelado, grosso) que gruda nos cílios, sem lesões corneanas em geral”, esclarece Marco Canto. Já na conjuntivite viral, a infecção atinge internamente o tecido conjuntival e a córnea. “Esse tipo de conjuntivite lesiona a célula, o que é muito mais grave, pois deixa mais seqüelas, e o tratamento leva muito mais tempo”, acrescenta.   A transmissão da doença é pelo contato direto ou pelo ar, como por exemplo, pelas mãos, por toalhas, cosméticos, uso prolongado de lentes de contato, poluição do ar, fumaça de cigarro, sprays, produtos de limpeza e outras substâncias. Pessoas com o sistema imunológico mais comprometido podem ser mais suscetíveis à doença, como usuários de medicações ou drogas, pessoas idosas ou portadoras de alguma doença. Por isso, a importância da prevenção. “Para evitar a conjuntivite é necessário manter a higiene, lavar sempre as mãos, evitar ambientes poluídos ou fechados e não coçar os olhos”, ensina o oftalmologista.   Sintomas e tratamento   Os principais sintomas da conjuntivite são os olhos vermelhos, coceira, lacrimejamento, inchaço das pálpebras e sensação de corpo estranho dentro do olho - como se você possuísse areia nos olhos. Caso tenha alguns desses sintomas, você deve logo consultar um oftalmologista. “Quando a conjuntivite não é tratada e diagnosticada corretamente pode levar a problemas mais sérios, causar perda parcial e até total da visão”, alerta o oftalmologista.   A conjuntivite dura poucos dias até duas semanas, dependendo da causa. O tratamento para a conjuntivite bacteriana é feito ...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535