.
 

Tratamento com fibras Luís Correia PI

Encontre tratamento com fibras em Luís Correia. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Supermercado Triunfo
(89) 522-1263
av Getulio Vargas, 131
Floriano, Piauí
 
José Ewerton B Policarpo Repres
(89) 433-1130
pc Joaquim Bezerra, 64, Monsenhor Hipólito
Monsenhor Hipolito, Piauí
 
Armazém Trigo
(89) 422-2926
av Transamazônica, 410
Picos, Piauí
 
Francisco e Brandão
(86) 271-1475
r Quintino Bocaiuva, 360
Pedro II, Piauí
 
Conceição Mc M Albuquerque
(89) 462-1776
av José Tapety, 38
Oeiras, Piauí
 
Supribem Supermercados Ltda
(86) 322-3429
r Francisco Correia, 715, Centro
Parnaíba, Piauí
 
S Barbosa Silva
(89) 522-1742
r Clementino Ribeiro, 70
Floriano, Piauí
 
José R Birto Netto
(89) 456-1172
pc José Antônio, 442, Simões
Simoes, Piauí
 
Miguel O Costa
(86) 227-4934
r Prof Diniz, 3555
Teresina, Piauí
 
Bernardo C Rocha
(86) 322-1817
r Francisco Correia, 638, Centro
Parnaíba, Piauí
 

Tratamento com fibras

Fornecido por: 

As fibras podem ser solúveis e insolúveis. As primeiras, como o nome diz, têm a propriedade de se misturar com água. São encontradas principalmente nas frutas e vegetais, especialmente em laranjas, maçãs, goiaba (cascas) e aveia. As insolúveis, assim chamadas porque não se misturam com a água, são as celuloses (as hemiceluloses e a lignina) encontradas principalmente nos cereais integrais.

De acordo com recomendações da Organização Mundial da Saúde e do FDA, organismo norte-americano que controla alimentos e medicamentos, cada pessoa deve consumir um mínimo de 20 gramas de fibras por dia. O ideal, na opinião de muitos pesquisadores, é um consumo em torno de 30 gramas por dia. Cerca de 20% a 25% dessas fibras devem ser solúveis e 70% a 75% devem ser insolúveis.

Como já disse no artigo anterior pode parecer fácil consumir a dose certa de fibras por dia, mas não é. Um total de apenas 10g por dia, por exemplo, equivale a uma concha de feijão cozido (cerca de 4g), um pãozinho francês (cerca de 3g), um pires de acelga cozida (2g) e uma fatia média de abacaxi (1,1g).

A dificuldade desse consumo está nas práticas e hábitos alimentares que mudaram muito nas últimas décadas. Estudos feitos em habitantes de alguns países africanos mostram que chegavam a consumir entre 50g e 100g de fibras por dia, por conta de uma dieta praticamente vegetariana. Como conseqüência, esses habitantes, apesar dos indicadores de desnutrição encontrados, não apresentavam problemas gastrintestinais.

As mudanças na alimentação foram decorrências naturais da melhora do nível de vida. Por exemplo, o pão de centeio ou de farelo natural foi substituído pelo pão branco, preparado com farinha industrializada, da qual é retirada grande parte do farelo fibroso. A carne passou a ocupar o lugar dos vegetais em todos os cardápios e mesas. E produtos como biscoitos, salgadinhos, bolos, sorvetes e alimentos gordurosos vieram ocupar o lugar das frutas, verduras e legumes.

Lembre-se que o prazer da alimentação e a satisfação em preparar seus pratos também contam pontos no ranking da boa saúde. Por isso não deixe que sua preocupação com a quantidade de fibras acabe tirando seu prazer e desequilibrando o conjunto de sua alimentação.

Uma ótima semana para todos e até o próximo domingo quando estaremos esclarecendo dúvidas dos nossos leitores.

Jocelem Mastrodi Salgado - profª Titular de Nutrição - LAN/...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535