.
 

Saiba como prevenir problemas oculares Alagoinhas, Bahia

Entenda como a atividade física pode ajudar a combater problemas oculares. "Correr pode reduzir o risco de desenvolver catarata e degeneração macular relacionada à idade", destaca o autor. Confira outros detalhes.

Grayson Amorim Tenorio
(75) 3421-1474
Rua Marechal Deodoro
Alagoinhas, Bahia
Especialidade
Foniatria

Dados Divulgados por
O Bioquimico Diagnostico Laboratorial
(75) 3422-1333
Rua Vinte e Quatro de Maio 258 - Casa
Alagoinhas, Bahia
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Adilson Barbosa da Silva
(71) 3521-1623
R Doutor Eduardo Dotto 12 - Clínica Nossa
Salvador, Bahia
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Gilson Andrade
(75) 3631-3400
Rua Landulfo Alves S/N S/ 111 - 113 115
Santo Antonio de Jesus, Bahia
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Maria Virginia Cardoso
(71) 3351-9861
Av. Acm ED. LOUIS PASTEUR SL 108 - Complexo Odonto Médico Itaigara
Salvador, Bahia
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
João Lúcio Ribeiro Cruz
(75) 3422-2010
Praca Ruy Barbosa 143
Alagoinhas, Bahia
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Denise Sales Moreira
713-3580
Av Acm 429 - S/302 Centro Emp Itaigara Sul
Salvador, Bahia
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Carla Rangel Leite Freitas
(71) 3378-4282
Lauro de Freitas, Bahia
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Marcelo Sanches Ferreira
713-2378
Av Anita Garibaldi 1133 - S/407 Centro Médico Itamaraty
Salvador, Bahia
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Marbele Santos Guimaraes
(75) 3223-5029
Feira de Santana, Bahia
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Saiba como prevenir problemas oculares

Fornecido por: 



27/04/2009

Corrida previne problemas de visão

Mesmo pessoas que correm distâncias menores são beneficiadas, sugerem estudos

Correr pode reduzir o risco de desenvolver catarata e degeneração macular relacionada à idade, sugerem novos estudos da Universidade de Berkeley (EUA). Os maiores ganhos foram verificados em atletas, mas mesmo pessoas que correm distâncias menores foram beneficiadas.

Um dos trabalhos analisou informações de mais de 40 mil corredores durante sete anos e verificou que os homens que correram cerca de 64 km semanais tiveram 35% menos chance de ter catarata do que aqueles que corriam menos de 16 km por semana.

Os pesquisadores compararam ainda os dados dos homens com melhor condição cardiorrespiratória aos dos menos preparados e viram que os atletas mais velozes apresentaram menos queixas da doença.

A corrida também foi benéfica em distâncias menores. Outro estudo realizado na mesma universidade analisou 152 homens e mulheres e constatou que aqueles que correram entre 2 km e 3,8 km por dia estavam 19% menos suscetíveis a ter degeneração macular do que as que se exercitaram por menos de 2 km diários.

Para o pesquisador em oftalmologa esportiva Marinho Scarpi, os resultados sugerem que a corrida pode ajudar na prevenção da catarata e da degeneração macular por evitar problemas como hipertensão, diabetes e obesidade, que são fatores de risco para as duas doenças.

Estudos anteriores já apontavam que outras atividades físicas podem reduzir tais fatores, mas exercícios vigorosos como a corrida se mostraram mais eficazes. "Com exceção da exposição à luz solar, os atletas, em geral, cuidam mais de si mesmos e de sua alimentação."

Segundo ele, a prática também ajuda no controle do metabolismo do açúcar e reduz o consumo de cigarro e álcool entre seus praticantes, fatores de proteção já conhecidos.

O ponto alto dos estudos de Berkeley, avalia Scarpi, é a indicação de que mesmo quem não alcança tão longas distâncias pode ser beneficiado. "Não é necessário correr 10 km por dia para reduzir os riscos",

Outro estudo, feito em 2006 na Universidade de Medicina de Kaunas, na Lituânia, testou 210 pacientes com cerca de 60 anos internados para cirurgias de catarata e verificou que o aumento da opacidade das lentes oculares foi maior em pessoas sedentárias. Os pesquisadores creditam o resultado, entre outros fatores, ao acúmulo de radicais livres, presentes em maior concentração no organismo de quem não pratica atividades físicas.

Gosto pelo esporte

Décio Oliveira Castro, 72, co...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535