.
 

Qualidade do sono diminui depressão Craíbas AL

Pesquisadores constataram que adolescentes que têm melhor qualidade de sono são menos sucetíveis a depressão. "O sono inadequado é um fator de risco para a depressão, e que pode servir de gatilho para o transtorno do humor", cita o autor. A pesquisa também avaliou o comportamento suicida dos jovens que dormem pouco.

Marlon Roberio Goncalves Fernandes
(08) 2521-2566
Rua Sao Francisco 470
Arapiraca, Alagoas
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Adeisa Maria Toledo Lyra
(82) 3305-5025
Av Governador Osman Loureiro 49 - Sala 309Centro Empres. Bussiness Tower
Maceio, Alagoas
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Lucia Coelho Xavier
822-1217
Av Comendador Gustavo Paiva 2990 - Centro Medico Iguatemi
Maceio, Alagoas
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Otavio Cristiano Leite Cavalcante
(82) 3337-3191
Rua José Freire Moura 235 - 104
Maceio, Alagoas
Especialidade
Medicina de Família e Comunidade

Dados Divulgados por
Martins Pinto
(08) 2221-9311
Rua Buarque de Macedo 576
Maceio, Alagoas
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
João Manoel Veras Vieira
(82) 3377-1911
Av. João Davino 799
Maceio, Alagoas
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Thais de Paiva Torres Cardoso
(82) 3336-5957
R Goncalves Dias 207
Maceio, Alagoas
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Marshal Italo Barros Fontes
Rua Prof. Silveira Camerino 1065
Maceio, Alagoas
Especialidade
Genética Médica

Dados Divulgados por
Marlon Roberio Goncalves Fernandes
(08) 2521-2566
Rua Sao Francisco 470
Arapiraca, Alagoas
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Roseana Porto Farias
(82) 3221-1447
Praça Afrênio Jorge 54 - ( Praça da Faculdade)
Maceio, Alagoas
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Qualidade do sono diminui depressão

Fornecido por: 



14/01/2010

Qualidade do sono diminui índices de depressão e pensamentos suicidas entre adolescentes, diz estudo

James Gangwish, pesquisador da Universidade de Columbia, diz que os resultados do estudo ajudam a comprovar o argumento de que a duração do sono é fator crucial para o desenvolvimento da depressão

Publicado na primeira edição do ano do periódico Sleep, um estudo americano afirma que adolescentes que dormem mais cedo são significativamente menos propensos a sofrer com a depressão ou ter pensamentos suicidas em alguma fase da vida. Os resultados sugerem que um período de sono começando mais cedo e durando mais, pode ter como efeito uma maior proteção para a saúde mental desses adolescentes.

O estudo mostrou que os jovens observados, e que costumavam ir dormir por volta da meia-noite ou mais tarde, apresentaram 24% mais chances de desenvolver quadros depressivos e 20% mais indicações de pensamentos suicidas. A comparação foi feita com adolescentes que iam para a cama aproximadamente as 10 da noite.

Em uma outra série de testes, adolescentes que afirmavam dormir 5 horas ou menos por noite – e comparados com aqueles que dormiam no mínimo 8 horas por noite – eram 70% mais propensos a terem comportamentos que poderiam evoluir para a depressão e quase 50% mais recorrência de pensamentos relacionados com suicídio.

Dados consistentes

Os dados para a pesquisa foram coletados junto a uma população de mais de 15 mil crianças e adolescentes, entre 7 e 14 anos, e com colaboração de seus pais, a partir de um estudo longitudinal – feito através de observações repetidas dos mesmos itens ao longo de um extenso período de tempo e procurando correlações entre as variáveis observadas – e realizado entre 1994 e 1996.

James Gangwish, pesquisador da Universidade de Columbia, diz que os resultados do estudo ajudam a comprovar o argumento de que a duração do sono é fator crucial para o desenvolvimento da depressão.

“Nossos resultados são consistentes com a teoria de que um sono inadequado é um fator de risco para a depressão, considerando a somatória de outros fatores negativos e positivos, e que podem servir de gatilhos para esse transtorno do humor”, diz Gangwish. “A adequação da qualidade do sono, portanto, pode prevenir ou complementar o tratamento para a depressão.”

Os autores observaram que há uma série de potencias mecanismos cerebrais, que poderiam contribuir para a depressão e pensamentos suicidas, e que podem sofrer interferência de uma privação do sono crônica, mesmo que parcial. A falta de algumas horas de sono podem afetar a vari...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535