.
 

Psicólogos Infantis Laranjeiras SE

Esta página disponibiliza informações sobre agressividade infantil, a idade em que ela se manifesta, como acontece essa manifestação e uma lista de empresas e profissionais especializados no assunto na cidade de Laranjeiras. Encontre abaixo empresas e profission

Ricardo Azevedo Barreto
(79) 3214-6906
Av Gonçalo Prado Rolemberg 211 s 606
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Carlos Roberto Almeida Lima
(79) 3214-4836
Pc Tobias Barreto 510 s 306
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Rosauro Luna Torres
(79) 3214-1101
Pc Tobias Barreto 510 s 1103
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Kilza Rejane Bezerra da Silva
(79) 3217-4491
Rua Antônio José Souza 4 s 4
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Ângela Maria Santana de Melo Alves
(79) 3222-6515
Rua Campos 33
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Maria das Graças Andrade
(79) 3211-7243
Rua Pacatuba 254 s 401
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Lucy Mara Zanetti de Souza
(79) 3211-6819
Pc Tobias Barreto 510 s 916
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Katarina Vidal Aragão
(79) 3246-0252
Av Anísio Azevedo 675 s 203
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Claire M Pezzi
(79) 3246-1545
Av Anizio Azevedo 675 s 710
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Edelvaisse Mendonça Ferreira
(79) 3211-2335
Rua Zaqueu Brandão 73
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Agressividade infantil

Fornecido por: 

     
 
Comportamento que geralmente já se manifesta em crianças na mais tenra idade

A agressividade é um sentimento natural e comportamentos agressivos, são relativamente comuns entre as crianças de 1 a 3 anos, pois estas ainda não aprenderam a controlar seus sentimentos e reações, especialmente a frustração e a raiva que dela decorre. Entretanto, ninguém aprende sozinho a dominar sua agressividade: é preciso que os pais e os profissionais da educação que lidam com essa faixa etária, estejam atentos, observando constantemente a maneira como os pequenos começam a se relacionar com coleguinhas e com os adultos. E também, é claro, se prepararem para interferir quando as mordidas, os arranhões e os tapas aparecerem no grupo.

Demonstrações de força física, entre crianças dessa faixa etária, são ações esperadas uma vez ou outra. Entretanto, se essa conduta está presente no dia a dia, como única forma infantil de demonstrar seus sentimentos de desagrado, raiva, ciúmes, ansiedade e até para chamar a atenção, de modo persistente e difícil de ser controlada, temos que buscar caminhos para ajudar a criança, pois algo não está bem com o seu desenvolvimento.

Na medida que o tempo passa, as conseqüências vão surgindo, como por exemplo uma grande dificuldade de lidar de maneira adequada com as outras pessoas em todos os ambientes. Sua socialização vai se tornando cada vez mais empobrecida, permeada de múltiplos problemas de relacionamento e decorrente a isso, sua autoestima fica diminuída e freqüentemente até sua escolaridade é prejudicada.

Algumas vezes, este comportamento é resultado de uma disciplina familiar excessivamente severa ou ao contrário, muito negligente; ou ainda, conseqüência da vivência diária da violência familiar. O que fazer em casa e na escola, para desde bem cedo ensinar os pequenos a demonstrar de uma forma menos violenta os seus sentimentos de desagrado?

Primeiro, quando o bebê começar a bater no rosto dos pais, lembrar-se de que isso pode parecer engraçado da primeira vez, mas que por conta dessa atitude que toda criança entende como de atenção e aprovação, ela perseverará nesse hábito agressivo e desagradável. Espera-se que o adulto ao invés de rir, diga “não” de forma firme (mas calma) e segure as suas mãozinhas, para que ela perceba o seu desagrado.

O ideal, para modificar esse habito, é tentar conter a conduta agressiva antes de começar. As crianças a...

Clique aqui para ler este artigo em SIS Saude

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535