.
 

Protegendo crianças contra anemia Águas Lindas de Goiás, Goiás

Conheça os fatores que predispõe a anemia infantil. A nutricionista Ana Beatriz Vasconcelos explica como evitar a queda de absorção de ferro. "As causas da anemia e da deficiência de vitamina A estão relacionadas mais à falta de hábitos alimentares adequados do que a falta de alimentos", ela afirma.

Alvaro Vitor Teixeira
(62) 3281-8336
Av 9 - 304 Clin San Vitor
Goiania, Goiás
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Claudio Gonzaga Amorim
(62) 3212-5858
Av Oeste 3
Goiania, Goiás
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Claudiane Martins de Oliveira
(62) 3213-1616
R 9 - a 447 Lapaci
Goiania, Goiás
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Lucinete Faria Duarte
(62) 3281-0202
R 123 - 232 Instituto Master
Goiania, Goiás
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Mariella Saponara Vianna
(62) 3212-5207
R 9 - Horario Marcado
Goiania, Goiás
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Cilene Angelica Di Silva Ferro
(62) 3524-8743
Av. Contorno Nº 2151 2151 - Área do Terminal Rodoviário Norte
Goiania, Goiás
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Euclides Barboza de Oliveira
(62) 3241-0512
Rua R-12 número 47 - Setor Oeste Clínica Reparadora Humana - PRONTOFACE
Goiania, Goiás
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Wanderley Ribeiro Borges de Figueiredo
(62) 3224-0078
Av Oeste 3 - Vitalabor
Goiania, Goiás
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Susana Bernardes da Silva
(62) 3572-9071
Rua 68 70
Goiania, Goiás
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Fernanda Carneiro Beraldo
623-2816
Al Coronel Joaquim de Bastosº 248
Goiania, Goiás
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Protegendo crianças contra anemia

Fornecido por: 



27/04/2009

Crianças que almoçam e jantam todos os dias estão mais protegidas da anemia

O hábito de substituir o jantar por um lanche pode trazer consequências

O hábito de substituir o jantar por um lanche, assimilado por famílias urbanas brasileiras nas últimas décadas, pode ter reflexo nos índices de anemia entre a população, enfatizou a coordenadora da Política de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Ana Beatriz Vasconcelos, ao apresentar hoje (24) dados da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher, levantamento realizado pelo Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), financiada com recursos do Ministério da Saúde.

O estudo realizado em 2006 demonstrou que 20,1% das crianças brasileiras com menos de cinco anos apresentam quadro de anemia e 17% apresentam deficiência de vitamina A. O levantamento ainda mostrou que a anemia em mulheres em idade fértil atingiu um índice 29,9% no país e 12,3% em relação à deficiência de vitamina A.

Para Ana Beatriz, as causas da anemia e da deficiência de vitamina A registradas pela pesquisa estão relacionadas mais à falta de hábitos alimentares adequados do que a falta de alimentos.

“Não estamos falando aqui de fome porque não estamos falando de subnutrição ou obesidade. Estamos falando de hábitos alimentares e de possibilidade de escolha dos alimentos certos”, destacou. “A gente sabe e estudos mostram que crianças que almoçam e jantam todos os dias, que comem arroz, feijão e carne, estão mais protegidas em relação à anemia do que as que substituem seus jantares por lanches, ou por refeições lácteas ou por outro tipo de alimentos”, explicou Ana Beatriz.

O estudo demonstrou para as duas doenças um quadro muito mais ameno nas áreas rurais em relação às áreas urbanas. Enquanto nas cidades a anemia registrada foi de 23,1% dos domicílios pesquisados, na área rural, a doença provocada por falta de assimilação do ferro no organismo atingiu 12,5% das casas.

Também em relação à carência de vitamina A, o campo apresentou vantagens. Das casas pesquisadas na cidade, 18,5% tinham crianças ou mulheres com a deficiência. Na área rural esse índice foi de 13,1%

“Quando a gente encontra uma situação melhor na área rural do que na área urbana, a gente conclui que alguma coisa está acontecendo no campo que não está acontecendo na cidade. Certamente encontramos na área rural um padrão menos industrializado d...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535