.
 

Oftalmologistas Aquiraz CE

Esta página disponibiliza informações sobre os efeitos da baixa umidade do ar sobre os olhos, a síndrome do olho seco, as pessoas que tem predisposição a ela, suas consequências e uma lista de empresas e profissionais especializados no assunto na cidade de Aquiraz. Encontre abaixo empresas e profissionais da região de Aquiraz que oferecem diversos produtos e serviços relacionados e ainda esclareça suas dúvidas sobre como prevenir a síndrome do olho seco.

Verbena Matos Cortez
3254-1292
R Perboyre e Silva 111
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Oftalmologia

Dados Divulgados por
Timotheo Machado Ferreira Lima
8855-1041
R Joaquim Felicio 201
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Oftalmologia

Dados Divulgados por
Sandro Vilar Teixeira Benevides
(85) 3221-6202
R Guilherme Rocha 263 - Sala 102
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Oftalmologia

Dados Divulgados por
Simone Rodrigues Picanco
3272-8448
Av Treze de Maio 1356
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Oftalmologia

Dados Divulgados por
Selene Meireles Rolim
3494-9000
Av Joao Pessoa 4408
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Oftalmologia

Dados Divulgados por
Welia Maria de A Pinho Ferraro
3081-2297
Av Antonio Sales 19
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Oftalmologia

Dados Divulgados por
Samara Pontes de Sousa
3258-1413
Av Antonio Sales 3443
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Oftalmologia

Dados Divulgados por
Sergio Augusto Carvalho Pereira
3253-5677
R Antonio Augusto 1271
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Oftalmologia

Dados Divulgados por
Wantan Laercio
3133-4040
R Tiburcio Cavalcante 760
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Oftalmologia

Dados Divulgados por
Sabrina Roland Cartaxo
3081-6045
Av Santos Dumont 3131
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Oftalmologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Ar seco aumenta doenças oculares

Fornecido por: 

     
 
Maior ressecamento da lágrima predispõe à alergia, conjuntivite e pode causar cicatrizes na córnea. Usar soro fisiológico agrava o problema

A baixa umidade do ar está lotando os consultórios de pacientes com olhos vermelhos, lacrimejamento, coceira, sensação de corpo estranho, queimação, fotofobia e visão borrada. De acordo com o oftalmologista do Instituto Penido Burnier, Leôncio Queiroz Neto, 2 em cada 10 pacientes atendidos nas últimas semanas apresentam estes sintomas. É a síndrome do olho seco decorrente da maior evaporação da camada aquosa do filme lacrimal, explica.
 
Mulheres na menopausa, idosos, quem trabalha muitas horas no computador, portadores de doenças auto-imunes, usuários de lente de contato ou alguns medicamentos (antialérgico, antidepressivo, diurético, entre outros) são mais propensos à síndrome.
 
O especialista diz que sem tratamento logo no início do desconforto, a disfunção predispõe à alergia e conjuntivite. Isso porque, a lágrima tem a função de proteger os olhos das agressões ambientais. Um erro comum cometido pela população é pingar soro fisiológico nos olhos para diminuir o ressecamento. “O sal do soro aumenta a irritação. Além disso, a solução não contém conservante e depois de aberta se transforma em campo fértil para o crescimento de bactérias e fungos que contaminam a córnea e conjuntiva”, afirma.
 
Dicas de prevenção
 
As dicas do médico para prevenir o ressecamento da lágrima são:
 
·         Beber água com frequência.
 
·         Incluir na alimentação frutas verduras e legumes ricos em vitamina A e E.
 
·         Colocar vasilhas com água nos ambientes.
 
·         Suplementação de ômega 3 encontrado em nozes, semente de linhaça, salmão e sardinha.
 
·         Evitar ambientes com ar condicionado.
 
·         Manter os ambientes livres de poeira.
 
·         Desviar os olhos da tela do monitor por 5 a 10 minutos a cada hora.
 
·         Piscar voluntariamente quando usar o computador.
 
·    ...

Clique aqui para ler este artigo em SIS Saude

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535