.
 

Musculação Aracaju, Sergipe

Esta página disponibiliza informações sobre a hipertrofia muscular, muito comum entre os jovens da atualidade, os perigos do consumo de hormônios em excesso e uma lista de empresas e profissionais especializados no assunto na cidade de Aracaju. Encontre abai

Academia Body Slim
(79) 3248-6967
r Maria Lourdes R Gonçalves, 261, Conjunto Augusto Franco
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Academia Atlântica
(79) 3223-1434
r João Carvalho Aragão, 50, Atalaia
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Academia de Ginastica Forma Fitness Ltda
(79) 3241-1174
r Paraíba, 1070, Cs, Novo Paraíso
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Academia da praia
(79) 3243-2888
r Dep Clóvis Rolemberg, 480, Atalaia
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Vmm Academia Ltda
(79) 3247-1250
r Luiz Carlos de Aguiar Machado, 67, Cj Residencial Santa Lucia, Jabotiana
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Academia Carlos Smhit
(79) 3217-3229
r Tarso Sobral, 239, Grageru
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Academia Cia do Corpo
(79) 3217-6474
r Oscar Valóis Galvão, 51, Grageru
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Academia Askase
(79) 3214-0858
r Maruim, 600, Centro
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Academia Damasios
(79) 3224-6561
r Porto Folha, 1061, Getúlio Vargas
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Academia de Musculação Flexgym
(79) 3246-5178
av Anísio Azevedo, 701, 13 De Julho
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Abuso de hormônios em nome de um corpo perfeito

Fornecido por: 

     
 
Adolescentes e adultos jovens passaram a usar hormônios masculinos com o objetivo de melhorar a aparência

Quem passou pela puberdade há mais de 20 anos pode comparar os jovens e adolescentes de hoje com os rapazes daquela geração. Os últimos não faziam o tipo atlético, tão comum nos dias de hoje... Tipos atléticos estão em todos os lugares, dentre os nossos parentes, vizinhos e ídolos de TV e cinema. Reparem em seus corpos, em seus músculos e no orgulho deles em relação aos seus atributos. O que vem acontecendo com os meninos, hoje? De onde vêm bíceps, tanquinhos e peitorais bem definidos e depilados?

De uma maneira geral, adolescentes e jovens rapazes não conseguem desenvolver naturalmente músculos tão hipertróficos apenas por meio da realização de atividades físicas. Nos meninos, os hormônios masculinos e o estirão de crescimento é inclusive mais tardio, em relação ao que acontece com os corpos das meninas. E não há hipertrofia muscular sem hormônios masculinos em excesso. “No homem adulto isso pode ocorrer associado após muita musculação, mas até nesses casos, as proporções da musculatura alcançam um limite, porque o tempo de que os homens dispõem para fazer musculação também tem um limite. Assim, quando observamos as proporções corporais dos jovens adultos, chegamos à conclusão de que alguma coisa não fisiológica está acontecendo com eles”, diz a endocrinologista Ellen Simone Paiva, diretora do Citen, Centro Integrado de Terapia Nutricional.

O surgimento e a propagação dos esteróides anabólicos

A partir dos anos 50, os atletas conheceram os hormônios masculinos ou esteróides anabólicos ou andrógenos, em linguagem médica. O abuso dessas substâncias se espalhou por todas as modalidades esportivas, principalmente, entre aquelas cujo sucesso depende da força muscular ou da velocidade de recuperação durante os treinamentos. Nos anos 60 e 70, o abuso dos hormônios masculinos ficou restrito ao mundo dos esportes e à sua elite, mas, em 1976, o Comitê Olímpico Internacional proibiu o uso dos esteróides nas olimpíadas.

A história estava apenas começando, pois no final dos anos 70, o fisicoculturismo competitivo ganhou popularidade e conquistou a mídia de massa, encantando os jovens com a possibilidade deles terem aqueles corpos que eles viam nas revistas e na TV. Nos anos 80, o abuso dos andrógenos se propagou no mundo esportivo e nos lares dos jovens ...

Clique aqui para ler este artigo em SIS Saude

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535