.
 

Melhore a posição da sua coluna Nossa Senhora do Socorro, Sergipe

Aprenda a maneira adequada de sentar. “As pessoas estão expostas a riscos que desconhecem, seja por sentar em uma posição inadequada ou por não saber regular a sua cadeira no ambiente de trabalho”, diz o fisioterapeuta Alison Alfred Klein. Confira suas recomendações para evitar desvios e dores de coluna

Andrea Valerio Gesualdi
(353) 271-3093
r Tiradentes, 208, sl 8
Lambari, Minas Gerais
 
Danilton D Ferraz
(353) 363-2545
rdv BR, 1519
Itamonte, Minas Gerais
 
Posto Café
(67) 354-5054
rdv BR, 6499, km 419
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 
Márcia Regina Mezarani
(133) 467-3179
r Tamandaré,Visc, 102, Centro
São Vicente, São Paulo
 
Clínica Reabilitação Gravatai Ltda
(51) 488-2000
r Adolfo Inacio Barcellos, 1155
Canoas, Rio Grande do Sul
 
Maurício José Pinheiro Terapeuta
(116) 203-9680
av Nova Cantareira, 2119, Tucuruvi
São Paulo, São Paulo
 
Oficina de Energia Pura
(113) 719-3281
R Candido Motta Filho, Dr, 658, Vl S Francisco
São Paulo, São Paulo
 
Ronaldo S Mendes
(313) 417-5578
r Confrade Machado, 1282, lj 3, Nova Esperança
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Vicente M Lima
(114) 032-4569
r M C T Galasso, 36
Bragança Paulista, São Paulo
 
Marisa Lutalf
(163) 262-2049
av Duque Caxias, 334, Itápolis
Itapolis, São Paulo
 

Melhore a posição da sua coluna

Fornecido por: 



08/07/2009

Você conhece seus vícios posturais?

Para quem trabalha sentado, especialista faz recomendações

Trabalhando ou descansando, todo mundo prefere ficar sentado. Apesar dessa posição parecer a mais confortável para a coluna, sem alguns cuidados, ela pode trazer alguns malefícios. “Em geral, as pessoas expõem-se a riscos que desconhecem, seja por sentar em uma posição inadequada ou, simplesmente, por não saber regular a sua cadeira no ambiente de trabalho”, aponta Alison Alfred Klein, fisioterapeuta do trabalho e diretor do Sefit (Serviços Especializados de Fisioterapia do Trabalho).

A principal dificuldade de quem fica muito tempo sentado é o surgimento de alguns vícios posturais, como sentar sobre uma das pernas, usar a cadeira na altura inadequada, não apoiar as costas, sentar na borda ou ficar inclinado. “Essa falta de cuidado com a postura causa dores lombares, degeneração de discos intervertebrais, cefaléia tensional, problemas circulatórios, hemorróidas, artrite da região vertebral, desigualdade na altura dos ombros, bursite, entre outros”, enumera dr. Alison.

Diferente do que muitos pensam a postura sentada ideal não é cansativa, não requer muito esforço, nem gera dor, pois respeita a configuração da coluna sem sobrecarregá-la. Defendida pelos profissionais, a forma mais saudável seria sentar-se com a cabeça elevada, ombros para trás, coluna encostada, joelhos dobrados a 90º e pés apoiados no chão, pois é a postura que melhor mantém o equilíbrio do corpo.

Manter a postura ideal, entretanto, não é tão fácil, mas deve ser buscada sempre. “A sugestão é que se alterne entre a postura ideal e outras não tão saudáveis, mas sempre voltando à primeira. Assim, o corpo não é tão prejudicado”, orienta o fisioterapeuta.

Mobília saudável

Para quem trabalha na posição sentada, algo a se observar é a adaptação do mobiliário do escritório de acordo com cada indivíduo. A cadeira deve ter encosto e alturas ajustáveis, permitindo que o funcionário apóie seus pés no chão, e a mesa deve estar próxima o suficiente para que os braços fiquem apoiados sem ser necessária a inclinação. “Nunca se deve, manter longe do alcance das mãos algo que se use com frequência, como também, não se deve sentar na beirada da cadeira com as pernas cruzadas e inclinar-se para digitar”, ressalta o profissional.

Outras matérias para você melhorar sua saúde:

Mitos e Verdades...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535