.
 

Melhorando o colesterol Anápolis, Goiás

Aprenda a reduzir o colesterol. O nutrólogo Carlos Alberto Werutsky comenta sobre os melhores exercícios para combater as altas taxas."Com o estímulo dos exercícios físicos, a musculatura é obrigada a consumir o LDL presente no organismo", ele explica.

Arnaldo Lemos Porto
(62) 3219-9114
Rua 95 n 99 Setor Sul Hospital Santa Helena
Goiania, Goiás
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Fernando Quadrado Matos
Doutor Mário Guedes 195
Itumbiara, Goiás
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Alberto de Almeida Las Casas Junior
(62) 3250-3100
Pc Gilson Alves de Souza 40 - Inst Neurologico
Goiania, Goiás
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Valeria Tatyane de Rezende
(62) 3236-9300
Rua T-58 Esquina com T-38 315 - Sala 110
Goiania, Goiás
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Carlos Alberto Matos
(64) 3404-6422
R Doutor Mario Guedes 195
Itumbiara, Goiás
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Marilene Freitas Guimaraes
Rio Verde, Goiás
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Willer Pereira de Castro
(62) 3212-4577
R 1335 - Hosp Sao Lucas
Goiania, Goiás
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Ivana Sisteroli Bezerra
(62) 3225-2500
Av Paranaiba 52 - Hosp dos Acidentados
Goiania, Goiás
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Ali El Zein Jomaa
(62) 3224-4844
Av Dr Ismerino Soares Carvalho 86 - Hosp Benef Libanesa
Goiania, Goiás
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Antonio Ferreira da Cruz
(62) 3241-7445
R Mario Bitar Q 20 - L 47 210 Oxiclinica Medicinal
Goiania, Goiás
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Melhorando o colesterol

Fornecido por: 



13/10/2009

Atividade física é aliada do bom colesterol

Médico nutrólogo aponta quais os melhores exercícios para controlar a doença

Além da alimentação, a prática de atividades físicas também é importante para controlar os níveis de colesterol no sangue. Os exercícios contribuem para elevar as taxas de HDL-C, evitam o acúmulo de gordura nas artérias, e reduzem o risco de infartos. "As atividades estimulam a ação da LPL (lípase lipoprotéica), enzima responsável pela 'limpeza' da gordura sanguínea, e auxiliam na queima do LDL-C", explica o Dr. Carlos Alberto Werutsky, médico nutrólogo e diretor da ABRAN.

Com o estímulo dos exercícios físicos, a musculatura é obrigada a consumir o LDL presente no organismo. Mais do que isso, a redução dos níveis de gordura do corpo não é resultante apenas da queima de calorias. "Os exercícios reduzem o LDL colesterol em torno de 25%, e aumentam o HDL colesterol em torno de 15%, para indivíduos com baixo HDL-C, e até 30% para os indivíduos com HDL-C maior que 40 mg/dl", ressalta o especialista.

Os melhores exercícios:

Segundo o médico, os exercícios aeróbicos, realizados acima de 40 minutos ininterruptos, são, aparentemente, aqueles que têm melhor dose-resposta. Eles transformam glicose em energia a partir do consumo de oxigênio, melhoram o fluxo sanguíneo e, assim, evitam o acúmulo de gordura nas artérias. Também é importante que a frequência seja entre quatro a cinco vezes por semana.

Porém, é preciso ter cautela. Algumas pesquisas mostraram que o nível de HDL colesterol aumenta pouco para quem já pratica atividades há algum tempo, e que o nível de LDL colesterol reduz apenas 10% a longo prazo. Além disso, que nunca praticou nenhum tipo de esporte deve ter cuidado e começar com o exercício de pouco impacto.

"Quando a desordem de gordura sanguínea é originada em um fator genético, e as dietas e os exercícios não são capazes de melhorar os níveis do colesterol, então é necessária a indicação de tratamento medicamentoso", alerta o Dr. Werutsky.

Níveis de colesterol total recomendados:


Autor: Imprensa
Fonte: ABRAN


Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535