.
 

Imunologista Laranjeiras SE

Esta página disponibiliza informações sobre artrite reumatóide, doença inflamatória, doença osteomuscularticular e uma lista de empresas e profissionais especializados no assunto na cidade de Laranjeiras. Encontre abaixo empresas e profissionais da região de Laranjeiras que oferecem diversos produtos e serviços relacionados e ainda esclareça suas dúvidas sobre risco cardíaco, sinais e sintomas de artrite reumatóide.

Jairo Pizzi Assis
(79) 3212-4600
Rua Vila Cristina 67
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Alergia e Imunologia

Dados Divulgados por
Hortencia Maria dos Santos
(79) 3214-4364
Rua Construtor Joao Alves 198 - Medicina Santo Andre
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Alergia e Imunologia

Dados Divulgados por
Andrea Mendonca Abud
(79) 3211-5665
Rua Construtor Joao Alves 121
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Alergia e Imunologia

Dados Divulgados por
Menilson Menezes
(79) 3216-1480
Rua Frei Paulo 331
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Leila Nacer de Oliveira
(79) 3211-2165
R Silveiramonsenhor 412
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Nayra Valdete dos Santos Andrade
(79) 2107-4628
R Campos 671
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Alergia e Imunologia

Dados Divulgados por
Jairo Pizzi de Assis
(79) 3212-4613
R Vila Cristina 67
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Alergia e Imunologia

Dados Divulgados por
Maria Jose Machado
(79) 3214-0680
Rua Monsenhor Silveira 342
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Maria Licia de Souza Visnienski
(79) 3246-4873
Rua Guilhermino Rezende 423
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Edla do Amaral Costa Cruz
(79) 3216-1408
Rua Frei Paulo 331 - Cl.Santa Helena
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Artrite reumatóide aumenta risco cardíaco, principalmente em mulheres com menos de 50 an

Fornecido por: 

     
 
Nos últimos dez anos, a artrite reumatóide teve um aumento de 50% nas mulheres, o salto de 36,4 por 100.000, em 1995, para 54 por 100.000, em 2005, se traduz em um número crescente de mulheres que procuram tratamento

A artrite reumatóide é uma doença inflamatória que afeta todo o corpo. “Provoca dor, rigidez, inchaço e perda de movimento nas articulações. É uma doença auto-imune em que os tecidos que revestem as articulações sofrem com inflamações”, explica o reumatologista Sergio Bontempi Lanzotti, diretor do Instituto de Reumatologia e Doenças Osteoarticulares (Iredo), que participou do Eular, European League against Rheumatism - Congresso Anual da Liga Européia contra o Reumatismo - evento que reuniu especialistas do mundo inteiro em Roma, na Itália, entre 16 e 19 de junho.

“Durante esta edição do Eular, participamos de muitos painéis científicos sobre novos estudos sobre a artrite reumatóide. Mas vale a pena reforçar que embora existam medicamentos como não-esteróides, anti-inflamatórios e suplementos naturais no mercado que podem ser úteis no tratamento da doença, a dieta e os exercícios podem ser tão importantes, tanto na prevenção, quanto na mitigação dos efeitos da artrite”, conta o médico.

Risco cardíaco

Um trabalho dinamarquês apresentado durante o Eular 2010 sugere que o paciente com artrite reumatóide apresenta um risco seis vezes maior de sofrer um enfarte do miocárdio. Este risco é maior entre mulheres com menos de 50 anos. A artrite reumatóide é uma doença auto-imune que afeta cerca de 1,3 milhões de americanos. De acordo com o Instituto Nacional de Artrite e Doenças Osteomusculares e de Pele, embora seja, muitas vezes, reconhecida como uma condição inflamatória que causa dor, inchaço, rigidez e perda de função das articulações, a artrite reumatóide também pode ter impacto em outras partes do corpo.

Algumas pessoas com artrite reumatóide, por exemplo, desenvolvem anemia, dor de garganta, olhos secos, boca seca, vasculite, pleurisia e pericardite. “A artrite reumatóide é também um fator de risco conhecido para o endurecimento das artérias, que pode levar a ataques cardíacos e derrames dez anos mais cedo do que em pessoas que não têm artrite”, revela Sérgio Lanzotti.

Um novo estudo, apresentado durante o Eular 2010, que teve duração de dez anos, comparou pacientes com artrite reumatóide e pacientes com diabetes. O objetivo da compara&cce...

Clique aqui para ler este artigo em SIS Saude

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535