.
 

Ginecologista Barbalha CE

Esta página disponibiliza informações sobre o grande número de mulheres que ocupam cargos de responsabilidade dentro de empresas, suas grandes jornadas de trabalho, o cansaço das mulheres nas tarefas diárias e uma lista de empresas e profissionais especia

Valeria Braga de A. Cruz
(88) 3512-2324
R Sao Jose 577
Juazeiro Do Norte, Ceará
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Jacio Berardo Sampaio
Rua Pe. Cicero 968
Juazeiro Do Norte, Ceará
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Margaret Maia S. M. Arrais
Rua Pe. Cicero 774
Juazeiro Do Norte, Ceará
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Paulo Ney Luna Alencar
(88) 3511-9735
Av Padre Cicero 968
Juazeiro Do Norte, Ceará
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Maria Liane Coelho Bringel
(88) 3511-0957
R Alencar Peixoto 91 - a
Juazeiro Do Norte, Ceará
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Ricardo Souto Quidute
Rua Padre Cicero 523
Juazeiro Do Norte, Ceará
Especialidade
Mastologia

Dados Divulgados por
Glaucia Valeria Resende de Brito
Rua Padre Cicero 523
Juazeiro Do Norte, Ceará
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Maria do Socorro Grangeiro Fernandes
Rua Padre Cicero 759
Juazeiro Do Norte, Ceará
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Maria das Dores R. de Oliveira
(08) 8571-4040
Edward Mclain 440 - Cariri Medical Center S/507
Juazeiro Do Norte, Ceará
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Valeria Braga de Almeida Cruz
Rua São José 577
Juazeiro Do Norte, Ceará
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

A mulher do Século XXI: o preço do sucesso

Fornecido por: 

     
 
Especialistas da Paraná Clinicas decifram os principais problemas enfrentados pelas mulheres que se dedicam exaustivamente ao trabalho e dão dicas especiais para que elas superem os obstáculos e levem uma vida saudável

Cada vez mais atuantes e ocupando cargos importantes no mercado de trabalho, as mulheres provocaram uma mudança radical no perfil dos mais variados segmentos profissionais. Paralelamente às alterações, elas começaram a sofrer, de forma mais acentuada, com diversos problemas relacionados ao estresse e à rotina cansativa de trabalho.

 De acordo com o ginecologista da Paraná Clínicas, André de Paula Branco, é muito comum dizermos que as mulheres trabalham tanto quanto os homens, porém, esta não é uma verdade completa. “Além de enfrentarem jornadas de trabalho tão longas e cansativas quanto à dos homens, as mulheres somam outras funções que, na maioria das vezes, os homens não exercem, como, por exemplo, às tarefas de gerência e organização do lar e cuidados maternais. Embora a participação masculina esteja sendo cada vez mais ativa nesse contexto, a mulher é ainda a grande ‘escolhida’ para essas incumbências”, explica.

 Para o especialista, essa soma de atividades acaba colocando as mulheres em um grupo de risco para os mais variados problemas de saúde. “O excesso de trabalho acarreta em distúrbios de ordens psicológicas e orgânicas, entre eles podemos citar os problemas hormonais, cardiovasculares, articulares, dermatológicos, ginecológicos e psicológicos”. Além disso, ele conta que o profissional ginecologista se tornou um grande confidente das mulheres, uma vez que são os distúrbios ginecológicos que denotam, inicialmente, o desequilíbrio orgânico causado por esta rotina. “Em princípio as mulheres não conseguem ou não querem relacionar suas queixas com o excesso de trabalho, porém, frequentemente procuram atendimento com queixas de fadiga, dores pelo corpo, nervosismo, depressão, falta de paciência, insônia, tristeza, choro fácil, diminuição ou ausência de desejo sexual, palpitações e alterações intestinais e urinárias”.

 Como se não bastassem os distúrbios gerados pelo excesso de atividades, as mulheres convivem, também, com etapas distintas de seu desenvolvimento psico-orgânico e com alguns complicadores originados durante estes períodos. “No período menstrual, as mulheres sofrem, por exemplo, com as cólicas, retenções ...

Clique aqui para ler este artigo em SIS Saude

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535