.
 

Geriatras Aquiraz CE

Esta página disponibiliza informações sobre a importância de fazer adaptações na casa para prevenir acidentes de idosos, os fatores psicológicos envolvidos nessas adaptações e no processo de envelhecimento e uma lista de empresas e profissionais especiali

Arnaldo Aires Peixoto Junior
3253-6945
R Dona Leopoldina 580
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Geriatria

Dados Divulgados por
Siulmara Cristina Galera
3281-5766
R Julio Pinto 1832
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Geriatria

Dados Divulgados por
Ronaldo Pontes Barreira Filho
(85) 3101-2636
Av Francisco Sá 1733
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Geriatria

Dados Divulgados por
Jose Eudes Bastos Pinho
R Felino Barroso 627
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Geriatria

Dados Divulgados por
Danielle de Menezes Ferreira
(85) 3261-6933
Rua Carolina Sucupira 1307
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Geriatria

Dados Divulgados por
Maria Helena Aires Leal Barreira
3257-3055
R Leonardo Mota 2661
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Geriatria

Dados Divulgados por
Andrea Rosa da Costa
R Beni Carvalho 239
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Geriatria

Dados Divulgados por
Claudio Pinheiro Mendonca Vasconcelos
Av Antonio Sales 3443
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Geriatria

Dados Divulgados por
Jefferson Lemos Catunda
(85) 9123-2722
Atendimento a domicílio
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Geriatria

Dados Divulgados por
Joaci Medeiros de Freitas
3264-0404
Av Santos Dumont 3131
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Geriatria

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Adaptações em casa ajudam a garantir velhice saudável

Fornecido por: 

     
 
Veja no infográfico as pequenas mudanças que podem evitar acidentes na terceira idade

O segredo da juventude eterna não é fingir que a velhice nunca chega. Chega para nós, para nossos familiares e para quem mais tiver sorte. Fazer vista cansada para a última e cada vez mais longa fase da vida pode fazer com que ela não seja aproveitada em sua plenitude. Da mesma forma que a desinformação e a falta de cuidado atrapalham na infância, adolescência e vida adulta, também podem prejudicar os idosos. Mas muitas vezes a simples aceitação da necessidade de adaptações cotidianas pode ser dolorosa para toda a família. “Ajuda precisamos todos, sempre, em qualquer fase da vida. Então, não é uma coisa estranha que alguém precise de alguma colaboração em alguma coisa”, lembra a psicanalista Délia Goldfarb, diretora da organização Ger-Ações. Não é estranho, mas reconhecer e aceitar as novas necessidades costuma ser difícil.

Perceber que adaptações simples, como ver que o tapetinho da sala pode estar se tornando uma ameaça à segurança de um familiar – ou à sua própria – é um processo doloroso, que mexe com a dinâmica dos relacionamentos. Mas é o primeiro e importante passo para realizar adaptações para evitar acidentes e promover qualidade de vida. A mortalidade de idosos com 60 anos ou mais por quedas, no Estado de São Paulo, aumentou quatro vezes nesta década, segundo balanço da Secretaria de Estado da Saúde. O índice passou de 7,6 óbitos por 100 mil idosos em 2000, para 28,4 mil em 2008. As quedas, por definição, são causas evitáveis. E a maior parte delas acontece em casa.

Mesmo as quedas mais leves podem ter consequências. “Quem cai fica com medo e vergonha de cair de novo. Isso leva a um círculo vicioso, porque a pessoa começa a se restringir em termos de atividades. A inatividade gera imobilidade, que por sua vez diminui a força, a massa e o tônus, e aí, vai cair de novo”, diz Sérgio Paschoal, coordenador do programa de prevenção de quedas do Hospital das Clínicas, em São Paulo. “Aí a família superprotege, começa a só deixar sair acompanhado. Além de tudo leva a isolamento social, depressão e até institucionalização”.

Banheiro

“O banheiro é um local em que se cai muito. As pessoas molham o piso e vira um verdadeiro sabão. Às vezes não tem como trocar o piso, mas há alguns tapete...

Clique aqui para ler este artigo em SIS Saude

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535