.
 

Estudando as causas da perda temporária da visão Santarém, Pará

Entenda as causas da perda transitória da visão. O autor descreve as implicações da amaurose fugaz. "A redução parcial ou total da visão pode indicar isquemias ou outros problemas circulatórios", ele alerta.

Diana Ecila Tavares Acatauassu Teixeira
913-2424
Tv Quatorze de Marco 1299
Belem, Pará
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Mario Fernando Ribeiro de Miranda
(91) 241-1048
Av Alm Wandenkolk 1243 - Sala 704
Belem, Pará
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Manoel de Almeida Moreira
(91) 223-0692
Rua Antonio Barreto 380
Belem, Pará
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Priscilla Leite Dias
(91) 3222-6145
R Ferreira Cantao 454 - Sala 01
Belem, Pará
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Cárdio Diagnóstico
(91) 3242-7077
tv D Romualdo Coelho, 699
Belém, Pará

Dados Divulgados por
Fernando Antonio Martins
(91) 3236-4186
Av. Duque de Caxias 1540
Belem, Pará
Especialidade
Administração em Saúde

Dados Divulgados por
Maria de Fatima Mesquita Jorge Joao
Trav.Ove de Janeiro 2110 - Sala 1601Ed. Wall Street
Belem, Pará
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Anatomo Patologistas Associados S/A
R Ferreira Cantao 454 - S/2
Belem, Pará
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Dr. Murillo Teixera Chaves
(91) 3228-3672
Av. Alcindo Cacela 1264 sala 107
Belém, Pará
Especialidade
Angiologia e cirurgia

Sociedade de Anestesiologiado Estado do Pará
(91) 3249-8329
r Pariquis, 3001 s 1202
Belém, Pará

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Estudando as causas da perda temporária da visão

Fornecido por: 



07/10/2009

Perda transitória da visão

Leia sobre a definição, causa e o tratamento

Definição

É a redução parcial ou total da visão – de um ou de ambos os olhos – por um tempo geralmente menor que 30 minutos. A perda transitória da visão, cujo nome científico é “Amaurose Fugaz”, normalmente ocorre de forma súbita.

Causa

É decorrente de problemas circulatórios envolvendo a retina, o nervo óptico ou o cór-tex occipital (a região do cérebro responsável pela visão). Entre eles, destacam-se:

Isquemia de retina – a retina pode sofrer isquemia (interrupção da circulação sanguí-nea em determinada parte do corpo), causada pela constrição ou bloqueio arterial mo-tivada por um êmbolo (geralmente, um pequeno coágulo), originário do coração ou das artérias carótidas (aquelas que levam sangue ao cérebro). Esse coágulo se solta e trafega até os vasos daquela estrutura ocular, obstruindo-os temporariamente. Nesse caso, a pessoa nota uma perda súbita de visão em apenas um dos olhos, manifestada em geral na forma de uma “cortina” que desce ou que sobe, ocluindo totalmente a visão daquele olho, ou deixando desimpedida apenas uma área de seu campo visual. O episódio dura pouco tempo – habitualmente, cerca de 2 minutos – e, quando cessa, a visão volta como desapareceu, ou seja, de imediato.

Comprometimento das artérias da retina e do nervo óptico – o comprometimento des-ses vasos pode levar a um infarto – ou seja, à morte de tecidos – da retina ou do ner-vo óptico, e a perda transitória da visão pode indicar a possibilidade de que esse infar-to ocorra a qualquer momento. Inúmeros tipos de vasculite (inflamação em vasos) são capazes de ocasionar o infarto da retina e do nervo óptico, mas talvez a mais impor-tante seja uma que acomete pessoas idosas, denominada arterite temporal (porque muitas vezes ocorre na artéria da têmpora, causando dor de cabeça e vários outros sintomas). A arterite temporal pode ter conseqüências desastrosas para a visão.

Comprometimento circulatório do córtex occipital – quando a irrigação sanguínea fica prejudicada nessa região do cérebro, a perda transitória da visão afeta ambos os o-lhos. Se ela ocorre em pessoas jovens, acompanhada de cintilações na visão com du-ração longa (em geral, de 15 a 30 minutos) e é seguida de dor de cabeça, o mais pro-vável é que se trate de uma enxaqueca oft&aacut...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535