.
 

Estudando a importância da saúde ocupacional Luís Correia PI

Seja eficaz nas ações preventivas de doenças do trabalho. O autor explica porque essa iniciativa é fundamental para a organização. "Para um trabalho de prevenção eficaz, deve ser feito um estudo das condições de trabalho, considerando fatores que, em geral, levam a problemas físicos", orienta o autor.

hospitais
(86) 8805-7468
R.4,Qd.3,C.20
teresina, Piauí
 
Comvap Cia Agro Indl Vale Parnaíba
(86) 222-3744
r Pvd S Domingos SN
Teresina, Piauí
 
Distr Timonense Açúcar Ltda
(86) 212-1170
r João Joca Assunção, 537
Teresina, Piauí
 
Armazém Siqueira
(86) 222-2273
r Firmino Pires Norte, 225, Sul
Teresina, Piauí
 

Estudando a importância da saúde ocupacional

Fornecido por: 



22/07/2009

Saúde ocupacional

Seja eficaz nas ações preventivas de doenças do trabalho

A palavra prevenção, segundo o dicionário Aurélio, significa ato ou efeito de prevenir-se, ou seja, fazer ou ver antes. Pensando desta forma, qualquer intervenção preventiva é aquela que tenta antever e realizar ações para evitar possíveis situações prejudiciais à saúde do colaborador. Mas, muitas se tornam ineficazes, sem o efeito esperado. Muitas empresas, na ânsia de prevenir e dar qualidade de vida aos seus colaboradores, atropelam alguns critérios importantes e, por fim, acabam investindo muito dinheiro e obtendo pouco resultado.

E como fazer? Inicialmente, qualquer empresa que queira realmente melhorar a qualidade de vida dos seus colaboradores deve estar aberta a ouvir sua equipe. É necessário dar ao indivíduo com queixas a possibilidade de expor suas súplicas sem medo de ser perseguido a partir de então. Fortalece-se, desta forma, uma relação de trabalho confiável e saudável.

Após abrir este importante canal de comunicação, a empresa deverá fazer um levantamento criterioso dos problemas que acometem a equipe, verificando a sua real existência e suas incidências. Uma vez realizado este reconhecimento da saúde geral dos trabalhadores, deve-se levantar os problemas mais comuns e fazer um estudo individualizado para descobrir de que forma estão ou não relacionados às rotinas de trabalho de cada um, sendo importante nesta fase o auxílio de profissionais preparados.

Para um trabalho de prevenção eficaz, deve ser feito um estudo das condições de trabalho, considerando fatores que, em geral, levam a problemas físicos, tais como: fatores biomecânicos (equipamento, repetitividade, força empregada nas tarefas, posturas inadequadas, vibração e compressão); fatores psicossociais (estresse no ambiente, conflitos no relacionamento interpessoal); fatores de organização do trabalho (ritmo acelerado, prêmios por produtividade, horas extras, trabalhos repetitivos ou monótonos e ausência de pausas); fatores ambientais (iluminação, ruído, temperatura, equipamentos inadequados e mobiliário sem especificações ergonômicas). A junção negativa de cada um destes fatores resulta numa péssima e desastrosa qualidade de vida do colaborador, levando a empresa a desenvolver sérios problemas de saúde ocupacional.

Depois de todo este levantamento e análise, deve-se agir como num jogo de xadrez: primeiro, tente eliminar os fatores de risco e, caso isso não seja possível, proteja os colaboradores desses probl...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535