.
 

Estudando a depressão na terceira idade Rio Branco, Acre

Entenda as causas da depressão na terceira idade. O autor avalia as variações dessa doença. Conheça a descrição dos sintomas que classificam a depressão severa.

Fabiana Pescador
(68) 3223-7915
av Brasil 303 - 7 s 702, Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Débora Cristina dos Santos
(68) 3226-1347
r Rio de Janeiro 1124, Abrahão Alab
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Fabiana Pescador
(68) 3223-7915
av Brasil 303 - 7 s 702, Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
DR Deusmar Singui Fl
(68) 224-5644
av Brasil, 303, sl 207 an 2, Base
Rio Branco, Acre
 
Gisela da Costa Mascarenhas
(68) 224-9389
r Grêmio Atlético Sampaio, 67, José Augusto
Rio Branco, Acre
 
Carolina Sátiro Macêdo
(68) 9207-0018
r Copacabana, 148 s 203 Cj Village, Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Carolina Sátiro Macêdo
(68) 9207-0018
r Copacabana, 148 s 203 Cj Village, Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Débora Cristina dos Santos
(68) 3226-1347
r Rio de Janeiro 1124, Abrahão Alab
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
DR Savio Costa Psiquiatra
(68) 223-7207
r Guiomard Santos, 310, Bosque
Rio Branco, Acre
 
Clinorl Clínica de Otorrinolaringologia
(68) 224-0828
av Getulio Vargas, 1729, Centro
Rio Branco, Acre
 
Dados Divulgados por

Estudando a depressão na terceira idade

Fornecido por: 



03/09/2009

Depressão na terceira idade

Patologia com alta prevalência e um dos principais problemas nessa faixa etária

Depressão na terceira idade

A depressão na terceira idade é um assunto importante de saúde pública, tendo em vista que é uma patologia com alta prevalência e é o principal problema psiquiátrico nessa faixa etária (FOUNTOULAKIS et al., 2008). Estudos estimaram que até um terço das pessoas nessa faixa etária possam ter depressão e uma parcela delas não é devidamente diagnosticada (THOMAS e O’BRIEN, 2009; VAN'T VEER-TAZELAAR et al., 2008).

Ademais, a depressão severa aumenta a taxa de mortalidade de pessoas da terceira idade. Segundo Schoevers et al. (2009), esse aumento foi de 41% em seis anos da realização do estudo efetuado pelos autores. Também, os sintomas depressivos podem estar associados a outros distúrbios psiquiátricos tornando os casos com maior severidade (SCHOEVERS et al., 2003).

Os custos diretos com a saúde pública são maiores para as pessoas nessa faixa etária com depressão que as sem depressão, pois, há uma tendência dessas pessoas utilizarem mais tais serviços (BEEKMAN et al., 2002; LUPPA et al., 2008). Devido ao aumento do número de pessoas da terceira idade nos últimos anos e a crescente incidência de sintomas depressivos nessa população, estima-se que ocorrerá um crescimento de até 35% dessas pessoas com depressão entre o ano de 2005 e 2050 (HEO et al., 2008).   Pesquisas demonstraram que os sintomas e os critérios para a classificação da depressão na terceira idade são similares a adultos mais jovens (ANDERSON et al., no prelo; THOMAS E O’BRIEN, 2009). Segundo o Manual DSM-IV (DSM-IV - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, 1995), os sintomas de depressão são: humor deprimido na maior parte do dia, falta de interesse nas atividades diárias, alteração de sono e apetite, falta de energia, alteração na atividade motora, sentimento de inutilidade, dificuldade para se concentrar, pensamentos ou tentativas de suicídio.   Contudo, o diagnóstico clínico pode ser dificultado pelo fato das pessoas da terceira idade apresentarem mais reclamações somáticas, minimizarem a presença de um humor deprimido e não informarem o sentimento de culpa que as mais jovens. Ademais, os sintomas hipocondríacos podem ser mais prevalentes nessas pessoas com depressão (THOMAS e HAZIF-THOMAS, 2008).   Também, o fato de ocorrem subtipos de quadros depressivos em pessoas da terceira idade pode dificultar o seu diagnóstic...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535