.
 

Estimule a independência do seu filho Rio Branco, Acre

Aprenda a estimular o seu filho a assumir responsabilidades e a treinar o senso de independência. Letícia Moreli explica os conceitos básicos da cooperação. "Para que o papel deles seja desempenhado de forma positiva, é fundamental que cada membro da família cumpra, de forma prazerosa e divertida, o seu papel", o pediatra Yechiel Moises também argumenta.

Fabiana Pescador
(68) 3223-7915
av Brasil 303 - 7 s 702, Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Débora Cristina dos Santos
(68) 3226-1347
r Rio de Janeiro 1124, Abrahão Alab
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Carolina Sátiro Macêdo
(68) 9207-0018
r Copacabana, 148 s 203 Cj Village, Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
DR Deusmar Singui Fl
(68) 224-5644
av Brasil, 303, sl 207 an 2, Base
Rio Branco, Acre
 
Gisela da Costa Mascarenhas
(68) 224-9389
r Grêmio Atlético Sampaio, 67, José Augusto
Rio Branco, Acre
 
Carolina Sátiro Macêdo
(68) 9207-0018
r Copacabana, 148 s 203 Cj Village, Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Fabiana Pescador
(68) 3223-7915
av Brasil 303 - 7 s 702, Centro
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
Débora Cristina dos Santos
(68) 3226-1347
r Rio de Janeiro 1124, Abrahão Alab
Rio Branco, Acre

Dados Divulgados por
DR Savio Costa Psiquiatra
(68) 223-7207
r Guiomard Santos, 310, Bosque
Rio Branco, Acre
 
Clinorl Clínica de Otorrinolaringologia
(68) 224-0828
av Getulio Vargas, 1729, Centro
Rio Branco, Acre
 
Dados Divulgados por

Estimule a independência do seu filho

Fornecido por: 



13/10/2009

Inclua seus filhos na rotina de tarefas da casa

Pequenas noções de responsabilidade no dia a dia das crianças podem contribuir para a formação de adultos proativos

Que o perfil da família mudou, ou pelo menos está em franca transformação, é notável. Os filhos estão saindo de casa mais tarde, já sem aquela urgência de viverem suas vidas longe dos pais. As mulheres avançaram no mercado profissional sem deixar para trás a educação secular de desempenhar suas funções domésticas. E os homens já se aventuram nos cuidados com a casa, graças a Deus! Mas ainda assim, muitos deles continuam sendo criados desde pequenos para conquistar o mundo, muitas vezes sem nem examinar o funcionamento do seu próprio território. É hora de mudar.

De maneira leve e lúdica, conceitos básicos de cooperação podem ser apresentados na infância. "Desde que o João nasceu, ele me acompanha. Começou a me ajudar a arrumar as camas. Mesmo que ele mais bagunçasse do que arrumasse, eu gostava da ajuda dele porque sabia que estava ensinando algo que se tornaria um hábito, uma atividade diária, como escovar os dentes", conta Janaína Santoro, mãe do pequeno João, de quatro anos.

Tarefas de todo dia, como arrumar a cama ou tirar o prato da mesa após as refeições, fazem com que a criançada participe da rotina da casa, conscientizando-se de que são peças importantes não apenas no seu uso, mas na sua manutenção. "Se a criança for educada, respeitada, se sentir acolhida e incluída na rotina da família, certamente ela conseguirá cooperar e levar para o futuro os valores recebidos na infância", explica o especialista em pediatria Yechiel Moises Chencinski.

Rotina doméstica

Integrar o seu filhote na logística do lar também pode ser um jeito divertido de contornar a correria do dia a dia e passar mais tempo perto dele. "Gostamos de varrer juntos as folhas que caem na calçada. Essa experiência trouxe muitas coisas bacanas. Outro dia ele viu um gari varrendo a rua e foi falar com ele, bateram o maior papo", brinca Janaína.

É na família e da família que podem ser criados estilos de vida saudáveis, desde que os pais se lembrem que são os exemplos, muito mais do que as palavras, a base desse futuro. "Tudo que faço em casa ele participa: me ajuda a arrumar o quarto; lava sua cuequinha no chuveiro – lógico que depois lavo novamente, sem ele ver; me ajuda a lavar a roupa, a dobrar. Tudo dentro do possível na sua idade. Ele se sente muito importante e útil", garante Ana Carolina Va...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535