.
 

Entendendo as causas do autismo Nossa Senhora do Socorro, Sergipe

Entenda a definição de autismo. O autor disserta sobre o desenvolvimento do autista. "O tratamento do autismo é muito mais no sentido de auxiliar do que de curar, visto que ele não é considerado uma doença", ele destaca.

Edla do Amaral Costa Cruz
(79) 3216-1408
Rua Frei Paulo 331 - Cl.Santa Helena
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Amalia Moreira Fernandes
(79) 3214-4662
R Santa Luzia 575 - Sala 01
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Maria Licia de Souza Visnienski
(79) 3246-4873
Rua Guilhermino Rezende 423
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Leila Nacer de Oliveira
(79) 3211-2165
R Silveiramonsenhor 412
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Menilson Menezes
(79) 3216-1480
Rua Frei Paulo 331
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Almiro Alves de Oliva Sobrinho
(79) 3214-0819
R Construtor Joao Alves 198
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Carlos Henrique da Paixao Morais
(79) 2107-6464
Av Goncalo Rolemberg Leite 1490 - 4º Andar
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Nadja Faro Batinga
(79) 3213-7590
Rua Vila Cristina 288 - Gma
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Celi Marques Santos
(79) 3213-0807
R Construtor Joao Alves 198
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Cynthia Figueiredo Leite
(79) 3213-0807
R Construtor Joao Alves 198
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Entendendo as causas do autismo

Fornecido por: 



13/02/2009

Autismo

Estudo norte-americano busca tratamento pré-natal

De acordo com o “Autism Research Centre”, na Universidade de Cambridge (EUA), estamos muito perto de termos um tratamento pré-natal para o autismo. Segundo a pesquisa, em um futuro bem próximo, pais poderão escolher se querem ou não ter um filho com essa condição.

O autismo é uma desordem no desenvolvimento neurológico, pessoas autistas têm dificuldades de se comunicar e de estabelecer relacionamentos com outras pessoas. Existem vários tipos de autismo, algumas pessoas, apesar de serem autistas, apresentam inteligência e fala intactas;  por outro lado, algumas apresentam retardo mental, mutismo ou importantes atrasos no desenvolvimento da linguagem. Em sua maioria se apresentam fechados e distantes da realidade que os rodeia.   As suas causas ainda são pouco conhecidas, contudo os estudos nos levam a duas prováveis causas. A primeira é a genética. Para começar, as famílias de autistas têm maior interesse pela área de exatas, muitos pais ou avós são engenheiros ou desempenham outras atividades diretamente ligadas à matemática. Sem contar que os homens estão muito mais propensos a desenvolverem essa condição, a diferença está de uma mulher para quatro homens.   A outra provável causa, seriam problemas durante a formação do feto. De acordo com o Professor Simon Baron-Cohen, diretor do centro de pesquisa que publicou tal estudo, crianças que foram expostas a concentrações elevadas de testosterona fetal exibiam algumas características de adultos com distúrbios autísticos, tais como evitar olhares diretos, desenvolver menos áreas de interesse e dificuldades de estabelecer relacionamentos.   O tratamento do autismo é muito mais no sentido de auxiliar do que de curar, visto que o ele não é considerado uma doença. Entretanto, o Professor Simon ressalta uma importante questão: boa parte das grandes descobertas na área das ciências exatas foram feitas por autistas; se, enfim, curarmos o autismo ainda na fase pré-natal, a humanidade não perderia muitos de seus gênios? 
Autor: Fábio Pellenz de Brito - Equipe SIS.Saúde
Fonte: Autism Research Centre


Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535