.
 

Dentista Luís Correia PI

Esta página disponibiliza informações sobre a importância do condicionamento psicológico das crianças que tem medo de se fazer uma consulta ao dentista, as principais respostas de fuga da criança devido ao pavor de dentista e uma lista de empresas e profi

Maria L C Oliveira
(61) 3302-3920
Shin Qi 1 Cj 3 c 12
Parnaiba, Piauí
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Tânia Lapa Galvão
(71) 3359-4971
Av Antônio Carlos Magalhães 585 s 203
Parnaiba, Piauí
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Renato A A Souza
(21) 2715-4520
Rua Otávio Carneiro 100 ap 1303
Parnaiba, Piauí
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Rodrigo Michelato Spagolla
(44) 3629-7764
Rua Humaitá 165
Parnaiba, Piauí
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Francisco Mineiro Júnior
(88) 3449-0311
Pc 8 de Novembro 37
Parnaiba, Piauí
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Malvina Kayat Bittencourt
(21) 2236-6875
Av NS de Copacabana 500 s 904
Parnaiba, Piauí
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Moacir Gobor Jr
(42) 3522-5737
Rua Prof Amazilia 978
Parnaiba, Piauí
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Carlos de Freitas
(21) 2220-6263
Pc Mahatma Gandhi 2 s 907
Parnaiba, Piauí
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Meri T Cataneo
(51) 3347-1619
Av Baltazar O Garcia 2720 lj 3
Parnaiba, Piauí
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Viviane N Correia
(73) 3291-7410
Rua Massanore Nagão 150
Parnaiba, Piauí
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

A confiança da criança é fundamental para o tratamento dentário

Fornecido por: 

     
 
Criar vínculo torna melhor o atendimento

Muitos adultos sentem medo de ir ao dentista, mas com as crianças o medo do dentista é muito pior, se expressa através do choro. Mexer a cabeça e os pés, morder e chutar, são as principais respostas de fuga da criança devido ao pavor de dentista.

Por isso, o condicionamento psicológico é muito importante, pois prepara a criança para o tratamento, evitando assim traumas futuros. Este condicionamento deverá ser gradativo, normalmente em três sessões, familiarizando a criançada com o consultório, seus instrumentais e os aparelhos, fazendo com que a criança confie no profissional e mantenha com ele uma relação amigável.

O especialista em Periodontia, Dr. Ismael Marques Novo, cirurgião-dentista, explica que as crianças se apegam bastante aos dentistas e cria-se uma relação de afeto, que contribui para um bom atendimento. O tratamento realizado pela clínica é educativo-preventivo e as crianças já iniciam a partir dos seis meses de vida.

O melhor momento para a primeira visita é por volta dos seis meses, quando aparece o primeiro dentinho, pois dá aos pais novas orientações sobre limpeza da boquinha e a dieta adequada, além de relembrar o que foi orientado durante a gestação. "O que alguns pais não sabem é que, várias crianças, na faixa etária entre dois e cinco anos, já chegam ao consultório com cáries grandes nos dentes de leite, que podem apresentar comprometimento da polpa (nervo), e com isso havendo necessidade de tratamento de canal. Esta infecção no dentinho de leite poderá prejudicar a formação dos futuros dentes permanentes", explica o Dr. Marques.

O que geralmente ocorre é que na primeira consulta, a criança não tem a menor idéia, por exemplo, de que um dente dolorido ou uma infecção consiste uma ameaça ao seu bem-estar. Ela tende mais a pensar que o dentista e os seus assistentes é que são o verdadeiro perigo. Essa é a reação normal da criança dentro do consultório. "O primeiro passo para ter sucesso com a criança é estabelecer uma comunicação mútua e fazê-la ver que o dentista e os assistentes são seus amigos e estão interessados em ajudá-la. É interessante conscientizar a criança da importância da consulta", esclarece o Dr. Marques.

Para se ter uma idéia da importância em preservar a saúde dos primeiros dentinhos, é bom lembrar que a perda precoc...

Clique aqui para ler este artigo em SIS Saude

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535