.
 

Dentista Laranjeiras SE

Esta página disponibiliza informações sobre a importância do condicionamento psicológico das crianças que tem medo de se fazer uma consulta ao dentista, as principais respostas de fuga da criança devido ao pavor de dentista e uma lista de empresas e profi

Orlando G Silva
(31) 3851-3828
Av Getúlio Vargas 4998
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Vicente José Averbeck
Rua Antônio Maria Coelho 3659
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Mateus Levy Abrão
(92) 3521-3549
Av Eduardo Ribeiro 2173 bl B
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Newton M Carvalho
(31) 3225-4640
Rua Carijós 424 s 2210
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Nadim Farid Nicolau Neto
(49) 3322-0105
Av Getúlio Dorneles Vargas 246N s 8
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Wagner C Pádua
(31) 3273-9155
Rua Espírito Santo 466 s 1505
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Omar Magno da Silva
(31) 3222-5616
Rua S Paulo 824 s 412
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Thiago G S Madeira
(37) 3216-2020
Av Rosana Noronha Guarany 297 lj 2
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Marcello Daltro Lordello
(21) 2533-5708
Rua da Quitanda 3 s 610
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Marcus Soska
(21) 2255-4520
Rua Siqueira Campos 143 lj 128
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Odontologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

A confiança da criança é fundamental para o tratamento dentário

Fornecido por: 

     
 
Criar vínculo torna melhor o atendimento

Muitos adultos sentem medo de ir ao dentista, mas com as crianças o medo do dentista é muito pior, se expressa através do choro. Mexer a cabeça e os pés, morder e chutar, são as principais respostas de fuga da criança devido ao pavor de dentista.

Por isso, o condicionamento psicológico é muito importante, pois prepara a criança para o tratamento, evitando assim traumas futuros. Este condicionamento deverá ser gradativo, normalmente em três sessões, familiarizando a criançada com o consultório, seus instrumentais e os aparelhos, fazendo com que a criança confie no profissional e mantenha com ele uma relação amigável.

O especialista em Periodontia, Dr. Ismael Marques Novo, cirurgião-dentista, explica que as crianças se apegam bastante aos dentistas e cria-se uma relação de afeto, que contribui para um bom atendimento. O tratamento realizado pela clínica é educativo-preventivo e as crianças já iniciam a partir dos seis meses de vida.

O melhor momento para a primeira visita é por volta dos seis meses, quando aparece o primeiro dentinho, pois dá aos pais novas orientações sobre limpeza da boquinha e a dieta adequada, além de relembrar o que foi orientado durante a gestação. "O que alguns pais não sabem é que, várias crianças, na faixa etária entre dois e cinco anos, já chegam ao consultório com cáries grandes nos dentes de leite, que podem apresentar comprometimento da polpa (nervo), e com isso havendo necessidade de tratamento de canal. Esta infecção no dentinho de leite poderá prejudicar a formação dos futuros dentes permanentes", explica o Dr. Marques.

O que geralmente ocorre é que na primeira consulta, a criança não tem a menor idéia, por exemplo, de que um dente dolorido ou uma infecção consiste uma ameaça ao seu bem-estar. Ela tende mais a pensar que o dentista e os seus assistentes é que são o verdadeiro perigo. Essa é a reação normal da criança dentro do consultório. "O primeiro passo para ter sucesso com a criança é estabelecer uma comunicação mútua e fazê-la ver que o dentista e os assistentes são seus amigos e estão interessados em ajudá-la. É interessante conscientizar a criança da importância da consulta", esclarece o Dr. Marques.

Para se ter uma idéia da importância em preservar a saúde dos primeiros dentinhos, é bom lembrar que a perda precoc...

Clique aqui para ler este artigo em SIS Saude

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535