.
 

Cuidando da visão durante a prática de esportes Girau do Ponciano AL

Saiba como evitar problemas oculares durante a prática de esportes. O oftalmologista Leôncio Queiroz Neto explica os cuidados necessários para evitar o surgimento de alterações visuais. Ele descreve os principais problemas que atingem os jogadores de futebol.

Marlon Roberio Goncalves Fernandes
(08) 2521-2566
Rua Sao Francisco 470
Arapiraca, Alagoas
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Adeisa Maria Toledo Lyra
(82) 3305-5025
Av Governador Osman Loureiro 49 - Sala 309Centro Empres. Bussiness Tower
Maceio, Alagoas
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Marshal Italo Barros Fontes
Rua Prof. Silveira Camerino 1065
Maceio, Alagoas
Especialidade
Genética Médica

Dados Divulgados por
Otavio Cristiano Leite Cavalcante
(82) 3337-3191
Rua José Freire Moura 235 - 104
Maceio, Alagoas
Especialidade
Medicina de Família e Comunidade

Dados Divulgados por
Marlon Roberio Goncalves Fernandes
(08) 2521-2566
Rua Sao Francisco 470
Arapiraca, Alagoas
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Roseana Porto Farias
(82) 3221-1447
Praça Afrênio Jorge 54 - ( Praça da Faculdade)
Maceio, Alagoas
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Lucia Coelho Xavier
822-1217
Av Comendador Gustavo Paiva 2990 - Centro Medico Iguatemi
Maceio, Alagoas
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
João Manoel Veras Vieira
(82) 3377-1911
Av. João Davino 799
Maceio, Alagoas
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Martins Pinto
(08) 2221-9311
Rua Buarque de Macedo 576
Maceio, Alagoas
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Vivianne Rocha de Santa Rosa
(82) 3355-8012
R Artur Bulhoes 93
Maceio, Alagoas
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Cuidando da visão durante a prática de esportes

Fornecido por: 



03/12/2009

Praticar esportes altera a visão

Além da alta freqüência da conjuntivite verificada no brasileirão, aumento da transpiração e estresse geram alterações visuais que comprometem o desempenho

Praticar esportes faz um bem indiscutível à saúde, mas também pode induzir a doenças se não forem tomados cuidados simples para preservar a saúde. Este é o caso da conjuntivite (inflamação da conjuntiva) que no brasileirão afastou do campeonato vários craques: Bruno do Flamengo, Henrique do Corinthians, Arouca do São Paulo, Chiquinho do Atlético – GO, mais cinco jogadores do Fortaleza.

Coceira, vermelhidão, pálpebras inchadas, sensibilidade à luz, lacrimejamento e queda da visão são os sintomas da doença. Segundo o oftalmologista do Instituto Penido Burnier, Leôncio Queiroz Neto, a conjuntivite mal tratada pode provocar cicatrizes na córnea que causam declínio permanente da visão, mas é considera um mal menor pelo brasileiro. Tanto que só o medo da gripe suína fez a população adquirir hábitos que previnem a doença: lavar as mãos com freqüência, evitar o compartilhamento de objetos pessoais e aglomerações. É o que aponta um levantamento feito pelo médico de junho a agosto quando o número de diagnósticos teve uma queda de 25%, comparado ao mesmo período de 2008.

Para Queiroz Neto, a alta freqüência da conjuntivite entre jogadores profissionais indica uma incidência bem maior nos participantes de peladas de final de semana. O problema, comenta, é que o futebol e outros esportes de contato dificultam a adesão aos hábitos preventivos. As dicas para driblar esta dificuldade são: evitar levar as mãos aos olhos e o compartilhamento de toalhas durante os jogos.

UMIDADE DOS OLHOS FACILITA SOBREVIVÊNCIA DE VÍRUS

O médico alerta que até no verão os olhos facilitam a sobrevivência de vírus por serem úmidos. Por isso, nesta época do ano a higiene deve ser redobrada para evitar a conjuntivite que cresce 20%. Além do vírus, explica, no calor a conjuntivite pode ser causada por bactérias que se proliferam em ambientes quentes e pelo contato com substâncias químicas que penetram nos olhos através do suor. Ao primeiro sinal de desconforto a recomendação é fazer compressas quentes quando houver secreção amarelada e gelada se a secreção for transparente. Não desaparecendo os sintomas em dois dias é importante consultar um oftalmologista.

DESIDRATAÇÃO AMEAÇA OLHOS


Jogadores de futebol e praticantes de outras ativi...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535