.
 

Cuidados especiais para gravidez de gêmeos Nossa Senhora do Socorro, Sergipe

Conheça as principais recomendações para a gestação múltipla. "Garanta uma alimentação rica em vitaminas e proteínas, já que as chances de anemia são maiores. Comece uma dieta equilibrada, mas não caia na armadilha de comer por três", orienta Lilian Luz. Confira outras sugestões especiais para cuidar dos gêmeos.

Nadja Faro Batinga Doria
R Vila Cristina 288
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Aecio Costa Cavalcanti
(79) 3214-6309
Av Goncalo Prado Rolemberg 211 - Sala 503
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Mastologia

Dados Divulgados por
Amalia Moreira Fernandes
(79) 3214-4662
R Santa Luzia 575 - Sala 01
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Adriano Brito Seixas
(79) 2107-6400
Av. Goncalo Rolemberg Leite 1490
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Maria Licia de Souza Visniewski
(79) 3246-4873
Rua Guilhermino Rezende 423
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Mauricio de Aquino Resende
(79) 3211-5255
Rua Campo do Brito 1056
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Mastologia

Dados Divulgados por
Jose Valdercides Amaral
(79) 3211-0972
Av Goncalo Prado Rolemberg 211 - Sala 613
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Mastologia

Dados Divulgados por
Eduardo Jose Souza da Fonseca
(79) 3234-1000
R Construtor Joao Alvesr 228 - /230
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Mastologia

Dados Divulgados por
Dorcas de Almeida Ribeiro Vicente
(79) 3246-4085
R Anisio Azevedo 675 - Sala 1210
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Antonio Carlos Moreira Rodrigues
(79) 3211-9006
Av.Barao de Maruim 956 - Climedi
Aracaju, Sergipe
Especialidade
Ginecologia e Obstetrícia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Cuidados especiais para gravidez de gêmeos

Fornecido por: 



24/11/2009

Gravidez de gêmeos

muitas diferenças?

Chegou a hora da primeira ultra-sonografia. Você olha, atentamente, o monitor para saber como está seu bebê quando, de repente, escuta do médico "Parabéns! São gêmeos." A primeira reação, em geral, é de euforia, mas, minutos depois, vem a preocupação. Como será essa gestação? Corro algum risco? O que fazer?

Calma! O pré-natal é bem parecido com o da gestação de um bebê único. Paciência, alguns cuidados especiais e, claro, a ajuda do seu obstetra, são muito importantes para que você curta bastante sua gravidez.

Quando acontece

Gestações múltiplas são cada vez mais comuns, principalmente devido ao grande número de mulheres que não conseguem ter filhos e acabam recorrendo a tratamentos de infertilidade. Pelo método natural, apenas uma, em cada 80 gestantes, espera mais de um bebê. A estatística muda no caso das fertilizações assistidas: em cada quatro gestações, uma é múltipla.

Atenção!

Mulheres cujas mães tiveram gêmeos têm mais chances de ter também. A idade é outro fator que pode influenciar. Dos 35 aos 40 anos, aumenta a probabilidade de uma gestação gemelar.

Univitelinos & polivitelinos

Gêmeos univitelinos ou idênticos – quando o óvulo fecundado pelo espermatozóide se divide, dando origem a dois ou mais bebês, sempre do mesmo sexo e extremamente parecidos.

Polivitelinos ou fraternos – quando mais de um óvulo é fecundado por outros espermatozóides. Neste caso, existem 50% de chances de nascerem bebês de sexo diferente.

Pré-natal, com todo cuidado

Os riscos de aborto são maiores em gestações de gêmeos e a incidência de parto prematuro também: 40%. Os motivos? Crescimento excessivo do útero aumentando o risco de contrações precoces e de ruptura das bolsas.

Por isso mesmo, a mulher deve fazer um pré-natal rigoroso, além de seguir todas as recomendações do médico, atentamente. Os exames são os mesmos da gravidez de um bebê único.

Algumas diferenças

Enjôos e vômitos podem ser atenuados com uma dieta sem frituras e cortando o excesso de doces. Caso os sintomas persistam, o obstetra pode receitar um medicamento. A falta de ar também é bastante comum devido ao tamanho do útero, principalmente nos últimos meses.

Nas consultas periódicas ao médico, ele medirá sempre sua pressão arterial, para evitar complicações na hora do parto. Vai recome...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535