.
 

Cuidados Neonatais Luís Correia PI

Encontre cuidados neonatais em Luís Correia. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Lucia Maria Machado Rego
863-2225
R Primeiro de Maio 1066
Teresina, Piauí
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Lucia Maria de Miranda Adad
(86) 221-8240
R Governador Raimundo Artur de Vasconcelos 616 - S
Teresina, Piauí
Especialidade
Genética Médica

Dados Divulgados por
Benedita Andrade Leal de Abreu
R Desembargador Pires de Castro 489 - S
Teresina, Piauí
Especialidade
Medicina Nuclear

Dados Divulgados por
Ana Paula de Sousa Pereira
086 9947-8208
Rua Prof. alda Neiva 4781 Dirceu II
Teresina, Piauí
Especialidade
Fisioterapia

Dr. Anatole Santos de Almeida Borges
(86) 8845-0070
Rua Magalhães Filho, 768. Centro/Sul. Teresina-PI
Teresina, Piauí
Especialidade
Reprodução Humana/ Ginecologia

Joaquim Vaz Parente - Clam
233-2721
Av Dom Severino 1410
Teresina, Piauí
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Carla Soares Fortes
(86) 3221-6050
R Olavo Bilac 2300 - Ambulatorio H Sao Marcos
Teresina, Piauí
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Multclinn Fonoaudiologia Psicologia
0(86) 3081 0567
rua bejamin constant 1367 centro
teresina, Piauí
Especialidade
fonoaudiologia e psicologia

Implantes Dentais / Odontologia / Teresina
(86) 3217-3215
Rua Pires de Castro 260 - Sala 203 - Ed. Dergin
Teresina, Piauí
Especialidade
Implantes Dentarios

Assoc Recreativa Cepisa Cofearc
(86) 367-1426
av Tancredo Neves, 2625, Luís Correia
Luis Correia, Piauí
 
Dados Divulgados por

Cuidados Neonatais

Fornecido por: 

Dados da Organização Mundial da Saúde apontam que anualmente, nascem 20 milhões de bebês prematuros, em todo o mundo. Os números justificam-se pelo aumento do número de gestações tardias – acima de 35 anos - e durante a adolescência. Essas crianças, que tiveram um desenvolvimento abaixo de 37 semanas, precisam de cuidados muito específicos e, graças aos avanços da área da saúde, hoje apresentam grandes chances de sobrevivência. “Nas últimas décadas, houve uma melhora consistente nas chances de sobrevida dos recém-nascidos. Isso se deve à incorporação crescente de novas tecnologias e práticas, tanto de novos aparelhos desenvolvidos quanto à melhor capacitação dos profissionais que atendem a esses bebês”, afirma Fabíola Tomaz Felizari, enfermeira especialista em UTI Neonatal e professora da ETECLA – Escola Vicentina Técnica de Enfermagem Catarina Labouré.

Os bebês que nascem antes de a gestação estar concluída apresentam os órgãos formados, entretanto as suas funções ainda estão imaturas, por isso o prematuro precisa de um atendimento personalizado e individualizado. “Houve uma grande evolução na forma como o recém-nascido passou a ser percebido: um indivíduo com o direito ao melhor cuidado disponível. Por essa visão, passou-se a buscar uma capacitação mais adequada e o maior comprometimento dos profissionais que fazem o atendimento ao bebê prematuro”, observa a enfermeira.   A tecnologia também se tornou uma aliada à saúde desses bebês. Hoje, as UTI’s neonatais contam com novos aparelhos e materiais, como, por exemplo, novos medicamentos, técnicas de ventilação mecânicas apropriadas para o recém-nascido e o cateter central de inserção periférica, que permanece mais tempo que o cateter normal. “Algumas técnicas de cuidado também evoluíram. Atualmente, utilizamos redes adaptadas para incubadoras, que permitem ao prematuro uma sensação semelhante a que ele tinha no útero materno, dando maior estabilidade à sua condição clínica”, exemplifica Fabíola.   Houve também uma conscientização sobre a importância dos pais na saúde do recém-nascido. Assim como os bebês saudáveis tem direito a ficarem permanentemente com suas mães, por meio do alojamento conjunto, os prematuros também ...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535