.
 

Consultório de Otorrinolaringologia Barbalha CE

Encontre consultório de otorrinolaringologia em Barbalha. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Antonio Jarbas M Angelim
3226-1616
R Vinte e Quatro de Maio 876
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Alzira Guerra Saldanha
3264-2111
R Padre Valdevino 2160
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Maria Lucia Martins de Aragao
3244-2527
R Cel Juca 1367
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Jose Gonçalves Moreira Filho
3494-7266
R Coronel Amancio Cavalcante 4
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Regia Maria do S V do Patrocínio
(34) 8661-6161
Av Dom Luis 1233
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Emilia Tome de Sousa
R Coronel Linhares 850
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Jose Roosevelt Cavalcante
3261-2670
Av Sen. Virgilio Tavora 1901
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Jose Gonçalves Moreira Filho
(85) 3257-5566
Rua Silva Paulet 2690
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Marcia Valeria P Ferreira
9953-5768
Av Dom Luis 1233
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Victor Hugo Medeiros Alencar
3486-6121
Av Dom Luis 1233
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Consultório de Otorrinolaringologia

Fornecido por: 

No verão fica impossível resistir a banhos de piscinas, finais de semana à beira do mar e mergulhos. Mas estas tentações podem acarretar no aumento de inflamações e infecções do ouvido, as chamadas otites externas - um tipo de infecção que atinge o canal externo do órgão auditivo. Por ser quente, úmida e escura, a região pode facilmente inflamar-se ou infectar-se com fungos e bactérias.

Segundo o Otorrinolaringologista Dr. Sady Selaimen da Costa, membro da Diretoria da ABORL-CCF (Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial) a doença é muito mais comum no verão, por causa da maior umidade do ar, do calor e dos hábitos assumidos pela população nesta estação. Essa infecção afeta não só adultos, mas também crianças e deve ser diferenciada da otite média aguda, que apresenta uma incidência muito maior nos meses de inverno e em crianças até os seis anos de idade.

Quando o ambiente está úmido e quente, o contato constante com a água (muitas vezes imprópria para o banho, como nas praias ou em piscinas mal tratadas) pode modificar o revestimento do canal auditivo externo, que ocasiona descamação e coceira. "Como reação imediata, muitas pessoas costumam coçar o ouvido, e utilizam os mais variados objetos como cotonetes, tampas de caneta, agulhas de tricô, etc., o que pode causar sérios traumas no revestimento interno do ouvido. Estas micro-rupturas na pele servem como legítimas portas de entrada a microrganismos que podem causar infecções locais ou generalizadas", alerta o otorrinolaringologista.

Segundo Sady, é preciso tomar muito cuidado com alguns tratamentos ou métodos caseiros, como utilizar álcool ou vinagre na região infectada. Para as pessoas que adotam estas medidas, ele faz um alerta: "Nunca pingue nada no ouvido sem orientação médica". Segundo o médico, esses tratamentos causam desidratação da pele, predispondo a infecção. "Essa tentativa de tratamento é desastrada e inoportuna", adverte.

Sady diz também ser contra o uso de tampões no ouvido, muito utilizado por nadadores e atletas que fazem travessias em alto mar para evitar a entrada de água. "A falta de circulação de ar pode provocar infecção, Esses tampões são ferramentas muito úteis na prevenção de certas doenças do ouvido, mas devem ter indicaç...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535