.
 

Consultório Dermatológico Corumbá, Mato Grosso do Sul

Encontre consultório dermatológico Encontre consultório dermatológico em Corumbá. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.onheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Maria Abrahao N. Ribeiro Lab. Biovida
(67) 3521-9694
Rua Joao Carrato 208
Tres Lagoas, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Stela Regina Vidigal
(67) 3421-4329
Av.Presidente Vargas 1430
Dourados, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Miguel R. de Azambuja-Me Lab. Sao Lucas
(67) 3521-3076
Rua Paranaiba 1214 - B
Tres Lagoas, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
MASSAGEM TERAPÊUTICA E RELAXANTE COM ALENCASTRO
(67) 9981-6620 3321-1632
RUA 15 DE NOVEMBRO, 1592 - CENTRO
CAMPO GRANDE MS, Mato Grosso do Sul
Especialidade
MASSAGEM

Celso Tabosa, Dr./Ultra-Sonografia Monte Líbano
(67) 3027-6137
r 7 Setembro, 1150 Centro
Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Dados Divulgados por
Mais Campo Grande Ms
(67) 3322-2100
Pedro Celestino 2670
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Medicina de Família e Comunidade

Dados Divulgados por
Lucia Maia Peron
(67) 3325-4041
R Rua da Paz 561 - Sala 04
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Kazuko Kakitani Iguma
(67) 3422-8222
R Camilo Ermelindo da Silva 459
Dourados, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Intituto Prenção Do Envelhecimento
(67) 3423-2103
major capilé 1965, sala 03
dourados, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Depilação a Laser e Estética Facial e Corporal

Instituto Prevenção Do Envelhecimento
(67) 3423-2103
Rua: Major Capilé, 1965, sala 3.
Dourados, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Dermatologia

Dados Divulgados por

Consultório Dermatológico

Fornecido por: 

O verão está chegando e as pessoas buscam por ambientes abertos, mais próximos a natureza como clubes e praias. A exposição da pele às altas temperaturas, à água, à areia e a terra permite o aparecimento de lesões, como por exemplo, as micoses e o bicho geográfico.

As micoses são causadas pelos fungos e se manifestam habitualmente no pescoço, tórax e membros superiores com manchas de cor variável (claras ou escuras). Mas, também podem surgir entre os dedos dos pés, deixando a pele macerada, com descamações, fissuras e coceiras. Segundo a dermatologista do INC, Dra. Adriane Reichert Faria, as micoses mais frequentes são as que atacam as camadas superficiais da pele. “Couro cabeludo, mucosas e unhas também podem ser afetados e os sintomas dependem do tipo e localização das lesões”, explica. O problema pode ocorrer em crianças e adultos, independente do sexo.

Já a infecção mais conhecida por bicho geográfico é causada pela penetração na pele por larvas de Ancylostoma braziliensis, parasita do cão e gato. De acordo com a dermatologista, os animais parasitados depositam suas fezes, assentando os ovos que se desenvolvem no calor e na umidade. “Após penetrar a pele, as larvas deslocam-se, causando coceira que pode ser de moderada a intensa”, explica Adriana.

O diagnóstico do bicho geográfico é feito por exame clínico. “O tratamento deve ser iniciado logo após o diagnóstico e é importante ressaltar que não se deve fazer tratamentos caseiros, pois podem agravar o quadro, com risco de outras infecções”, alerta o dermatologista do INC, José Roberto Shibue.

O diagnóstico é realizado pelos sinais e sintomas apresentados e pelo exame físico. Se necessário, é realizado exame micológico direto e cultura.

Já a micose, além da consulta clínica, às vezes precisa de exames específicos. “Em alguns casos, fazemos exames de análise de cultura do fungo”, esclarece Shibue. Para tratar o problema, são receitados medicamentos antifúngicos.

Prevenção

Para prevenir a micose, a pele deve sempre estar limpa e seca, evitar o uso de calçados fechados, roupas de tecido sintético que não absorvam o suor ou umidade e secar bem o corpo após o banho. “Cuidados também devem ser tomados com contato com animais de estimação que podem ser transmissores de doenças. No caso de micose de unha, deve-se ter sempre o seu material...

Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535