.
 

Conheça o tratamento homeopático de hemorróidas Abreu e Lima, Pernambuco

Pesquisadores constataram que, a casca de pinheiro possui extrato que ajuda a curar hemorróidas. "O extrato, identificado como Pycnogenol, também previne os ataques de hemorróidas", destaca o autor. Entenda os detalhes sobre esse estudo.

Paulo Neves Batista Filho
R Antonio Gomes Freitas 35 - .Ilha Leite
Recife, Pernambuco
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Paulo Neves Batista Filho
R Antonio Gomes Freitas 35 - .Ilha Leite
Recife, Pernambuco
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Clube Campo Sítio Pica Pau
(813) 438-5104
rdv BR SN
Abreu e Lima, Pernambuco
 
Martha Romeiro
Francisco Alves 75 - Sl.104
Recife, Pernambuco
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Martha Romeiro
Francisco Alves 75 - Sl.104
Recife, Pernambuco
Especialidade
Infectologia

Dados Divulgados por
Marcos A Lima
(813) 542-1603
r São Severino, 62, Centro
Abreu e Lima, Pernambuco
 
Dados Divulgados por

Conheça o tratamento homeopático de hemorróidas

Fornecido por: 



12/01/2010

Casca de pinheiro possui extrato que ajuda a curar hemorróidas

O extrato foi extraído de um pinheiro que cresce ao longo da costa sudoeste da França em uma combinação de procianidinas, bioflavonoides e ácidos orgânicos

Um extrato antioxidante tirado da casca de um tipo de pinheiros franceses tem propriedades que podem curar os sintomas agudos e crônicos das hemorróidas.

O extrato, identificado como Pycnogenol, também previne os ataques de hemorróidas, segundo afirmou um estudo realizado por cientistas da Universidade de D'Annuncio, Itália, publicado hoje pela revista "Phytotherapy Research".

"Os fármacos de aplicação direta, as mudanças no estilo de vida e a higiene cuidadosa são necessários para controlar os sintomas das hemorróidas", assinalou Peter Rohdewald, um dos autores do estudo.

Rohdewald acrescentou que, no estudo, a aplicação do Pycnogenol reduziu a duração das dores e a hemorragia dos pacientes.

"Ajudou também a reduzir o número de intervenções e hospitalizações em casos graves", indicou.

O extrato foi extraído de um pinheiro que cresce ao longo da costa sudoeste da França em uma combinação de procianidinas, bioflavonoides e ácidos orgânicos.

Os testes do fármaco foram feitos em um grupo de pacientes durante duas semanas e seus resultados confirmaram que sua eficácia tanto através da via oral quanto em sua aplicação tópica, indicou o relatório.

Além disso, com a administração do extrato foi reduzida a perda de dias trabalhados por conta da doença, assim como as complicações e custos do tratamento.


Autor: Imprensa
Fonte: EFE


Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535