.
 

Centro de Hemodiálise/diálise Jundiaí, São Paulo

Encontre centro de hemodiálise/diálise em Jundiaí. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Claudio e Marcondes Miranda
Rua Anchieta 214
Jundiai, São Paulo
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Eliana Paronetto Oliveira
Rua Mario Borin 500 - 7º And. Sl 72
Jundiai, São Paulo
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Fernando Jose Ferreira Villela
Rua Pedro de Toledo 467
Lins, São Paulo
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Mario Lucio de Marchi
Rua do Retiro 432 - 8º Andarsl.81
Jundiai, São Paulo
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
William Nassif Haddad
Rua Senador Fonseca 609
Jundiai, São Paulo
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Fábio Luis Fujita
(11) 4497-0652
Rua São Lázaro 15
Jundiai, São Paulo
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Joseph Hiar
Rua do Retiro 432 - 5º Andar Sl 51
Jundiai, São Paulo
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Amara Levi Pinheiro Gloria
Rua Mario Borin 500 - 9º Andarsl. 94
Jundiai, São Paulo
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Michelle Baldan
(11) 4527-6000
R. Quinze de Novembro 865
Jundiai, São Paulo
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Orandy Foelkel Congilio
Rua Senador Fonseca 1314
Jundiai, São Paulo
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Centro de Hemodiálise/diálise

Fornecido por: 

Redução da dor, alívio na sensação de peso nas pernas, menos remédios e maior resistência física são os primeiros sinais positivos comprovados pelos 90 pacientes que incluíram ao tratamento tradicional da diálise uma série de exercícios físicos de no mínimo 30 min. A nova terapia complementa o tratamento tradicional e foi iniciativa do Serviço de Fisioterapia, do Instituto de Educação e Pesquisa (IEP) e da Unidade de Diálise do Hospital Moinhos de Vento. Os pacientes com insuficiência renal crônica, são submetidos a um que programa de treinamento muscular periférico por meio de exercícios com carga, isométricos e alongamento. 

“Como a expectativa de vida está mais alta, há mais pessoas com problemas renais crônicos que precisam de diálise”, afirma o nefrologista Mauricio Lutzky. De acordo com ele, os pacientes costumam apresentar patologias associadas, entre as quais: diabetes, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e pressão alta, que comprometem a capacidade funcional. O perfil destes pacientes é na maioria do sexo masculino e com mais de 60 anos. “Os pacientes estão andando sozinhos e praticamente não apresentam mais dores e câimbras”, conta.   O Centro de Hemodiálise do Hospital conta com uma equipe de nefrologistas, psicólogos, nutricionistas e fisioterapeutas que atende a uma média de 1 mil pacientes/mês. As atividades físicas são orientadas por fisioterapeutas, e são realizadas durante a sessão de diálise principalmente para membros inferiores, abdômen e glúteos. Mais informações: 51. 3314 5206.
Autor: Renatha Morés
Fonte: fróes, berlato associadas


Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535