.
 

Centro de Ginecologia Caraguatatuba, São Paulo

Encontre centro de ginecologia em Caraguatatuba. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

LESLIE ROSE DE BARROS
(19) 3254-1401
R Maria Monteiro 786 sala 44 - Cambuí
Campinas, São Paulo
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Leonardo Parr S. Fernandes
(14) 2105-4560
R. Dr. Próspero Cecílio Coimbra 80 sala 5- 2° andar
Marilia, São Paulo
Especialidade
Medicina Interna

Dados Divulgados por
Jeronymo Stecca
(11) 3232-8624
Rua Cel Jose Pedro de Oliveira 710
Sorocaba, São Paulo
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Rodrigo Plens Teixeira
(15) 3272-7220
Rua Sao Vicente de Paula 300
Itapetininga, São Paulo
Especialidade
Cirurgia Cranio-Maxilo-Facial

Dados Divulgados por
Joao Miguel Amorim Junior
(18) 3722-4960
R Mato Grosso 1100
Andradina, São Paulo
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Carlos Frederico Vergueiro
(11) 2333-9156
Av Abrahao Gonçalves Braga 412
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Jose Roberto Araujo Lima
(11) 3846-7973
R. Barra do Peixe 18
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Raphael Capelli Guerra
(11) 4331-1368
Av:Indico 837
Sao Bernardo Do Campo, São Paulo
Especialidade
Cirurgia Cranio-Maxilo-Facial

Dados Divulgados por
Paulo Góes Ribeiro
(15) 3217-4973
Rodovia Raposo Tavares 7520 - C13
Sorocaba, São Paulo
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Carmem Lucia J Sobral
Rua Virgilio Malta 20 - 80
Bauru, São Paulo
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Centro de Ginecologia

Fornecido por: 

Nem sempre aquelas indesejadas espinhas são ocasionadas por um problema de pele, e aqueles quilos a mais também podem não ter ligação com o refrigerante da cantina da escola. Estes problemas, tão comuns na adolescência, podem ser ocasionados pela síndrome do ovário policístico.

Calma, essa disfunção é mais comum do que se possa imaginar. Uma em cada cinco mulheres apresentam sintomas desta síndrome. Irregularidade menstrual, problemas na pele como acne, queda de cabelo, oleosidade na pele, aumento de peso, aparição de pelos, inclusive na face, e dificuldade de ovulação, são fortes indícios de ovários policísticos.

Geralmente os sinais aparecem na puberdade, e são bastante confundidos com problemas dermatológicos, porém apenas um ginecologista, a partir de uma ultra sonografia, é capaz de fazer um diagnóstico preciso.

O tratamento é simples, pode ser feito a base de anticoncepcionais, que melhoram o sistema hormonal, diminuindo os problemas de pele, regularizando a menstruação e controlando o aumento excessivo de peso. E quando a paciente não pode tomar pílulas, outros métodos são avaliados, como exercícios e reeducação alimentar.

Um tratamento multidisciplinar nesse quadro, que une ginecologia, endocrinologia e dermatologia é de grande importância, pois possibilita a paciente compreender e cuidar de todos os aspectos da síndrome. A Athesis, clínica de medicina estética holística, tem essa preocupação e realiza um trabalho conjunto que compreende diversas áreas da medicina, e até acumputura. Todo o corpo de profissionais trabalha em conjunto para encontrar um tratamento completo.

“A visita ao ginecologista deve ser plano na vida das adolescentes mesmo antes da primeira menstruação, pois a falta de cuidado com a síndrome do ovário policístico pode causar hipertensão arterial, diabetes e hipercolesterolemia, que chamamos o conjunto de síndrome metabólica, com isso, aumentando a incidência de problemas cardiovasculares”, afirma Dra. Daniella Curi, ginecologista da clínica Athesis.
 


Autor: Manuela Pastore
Fonte: Absoluto Global Communication


Clique aqui para ler este artigo na SIS.Saúde

.

SIS.SAÚDE - Sistema de Informação em Saúde - Brasil - Rua Cel. Corte Real, 75 - Bairro Petrópolis - 90630-080 Porto Alegre-RS
O SIS.Saúde tem o propósito de prestar informações em saúde, não é um hospital ou clínica.
Não atendemos pacientes e não fornecemos tratamentos.
Administração do site e-mail: contato@sissaude.com.br. (51) 8575.3535